De verdade

De verdade

Suíça, Costa Rica, Sérvia e México não foram adversários do Brasil à altura da qualidade do futebol verde e amarelo, mas sim adversários de tabela. Competidor mesmo, de verdade, a seleção brasileira enfrenta hoje, numa sexta-feira que por sorte não é sexta-feira treze, dia que, segundo a crença, é de azar. Mesmo assim, por ser sexta-feira, dá arrepio e medo. Certeza que hoje o torcedor brasileiro vai pagar todos os pecados, a Bélgica é arrumadinha, determinada e perigosa, muito perigosa.

 

 

 

 

Gostei

Se gostei de uma seleção, essa é a do Japão. Gostei porque jogou bem, deu trabalho a uma seleção considerada credenciada ao título e mostrou a evolução fantástica do futebol japonês que há anos vem dominando no Continente Asiático.

 

 

 

 

Difícil

Otimismo sim, certeza não. Como em todas as competições, a seleção brasileira ocupa lugar de destaque, sempre apontada como uma das favoritas a conquistar o título. O torcedor brasileiro também, como sempre, acreditando na força da seleção. Hoje o otimismo de uma vitória sobre a Bélgica é grande, como se as favas já estivessem contadas, mas não estão. Brasil X Bélgica, uma partida difícil com gosto de título, porque quem vencer hoje, por certo, leva a Copa!

 

 

 

 

 

 

 

Perigo nas alturas

De onde vem o perigo nos jogos da seleção da Bélgica? Vem das alturas! A defesa da seleção brasileira deve tomar muito cuidado com as bolas cruzadas. Foi pelo alto que a seleção belga conseguiu empatar com o Japão. E será por bolas alçadas na área brasileira que a Bélgica poderá derrotar a seleção canarinho. Atente bem a este detalhe: o perigo vem do alto!

 

 

 

 

Copa do Mundo

Nesta sexta-feira, dia de despacho e queima de muitas velas, dois jogos pela quartas de final da Copa do Mundo e os palpites de Waldeir Dattelo, que está queimando mais velas que visitantes de cemitério em dia de Finados:

 

Na cidade de Nizhny-Novgorod – 11 horas

Uruguai 2 X 2 França

 

Na cidade de Kazan – 15 horas

Brasil 2 X 1 Bélgica