Ano termina sem os novos equipamentos no HC

O ano de 2017 termina sem os novos equipamentos aguardados pela população para o Hospital das Clínicas. A liberação do recurso para o acelerador linear e a ressonância magnética no HC foi cumprida em agosto, mas as instalações devem ficar para 2018. A espera já era prevista pelo trâmite necessário. Essa autorização do MS faz parte do plano de expansão do Sistema Único de Saúde em instituições ho

O ano de 2017 termina sem os novos equipamentos aguardados pela população para o Hospital das Clínicas. A liberação do recurso para o acelerador linear e a ressonância magnética no HC foi cumprida em agosto, mas as instalações devem ficar para 2018. A espera já era prevista pelo trâmite necessário. 
Essa autorização do MS faz parte do plano de expansão do Sistema Único de Saúde em instituições hospitalares. A tecnologia é fundamental ao tratamento e diagnóstico de doenças. Os dois equipamentos somam em torno de R$ 3 milhões.
O aparelho de ressonância magnética da Famema é antigo, tem mais de 15 anos, e após panes constantes, parou de funcionar há quase dois anos. A demanda da instituição tem sido redistribuída para outros serviços de Marília e cidades próximas através do Departamento Regional de Saúde. Mas o funil do SUS está mais estreito e a demora fica maior. A média regional é de cem pedidos eletivos de exame de ressonância por mês.
No caso do acelerador linear, a Famema possui um equipamento instalado em 2008 e pleiteava mais um para aumentar o atendimento à população dos 62 municípios integrantes da RRAS 10 (Rede Regional de Atenção à Saúde), com sede em Marília.
O acelerador atual é antigo e é comum necessitar de manutenções que suspendem o tratamento dos pacientes. Além disso, ele já não funciona em sua máxima capacidade. Atualmente a Radioterapia atende 60 pacientes por dia e com mais um equipamento, novo, deve chegar a 160. A direção da Famema, que tem se deslocado até Brasília frequentemente para acelerar o incremento. Toda etapa burocrática já foi cumprida e a instituição aguarda para breve as instalações.