Judoca da Amei recebe prêmio de melhor para-atleta de 2017

Alana Maldonado é a primeira atleta do judô a receber o prêmio de melhor do ano

A judoca Alana Martins Maldonado, de 22 anos, recebeu o Prêmio Paralímpicos 2017, de melhor para-atleta brasileira, entregue pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), na noite da última segunda-feira (dia 4). A lutadora da Associação Mariliense de Esportes Inclusivos (Amei) foi a primeira atleta do judô a receber essa premiação. Ela também foi eleita a melhor da temporada na modalidade.

“Foi uma surpresa. Eu fiquei muito nervosa, não estava esperando o último prêmio (Melhor do Ano), me pegou totalmente de surpresa. A mão estava suando, foi muito emocionante. Estou muito feliz”, afirmou Alana já com os dois prêmios em mãos. “Estou emocionada com esta premiação. Queria agradecer à minha equipe técnica, meus colegas de treino e à minha família que me dá suporte diariamente. Muito obrigado a todos”.

 

Alana Maldonado foi diagnosticada com a doença de ‘Stargardt’ aos 14 anos e disputa o judô para cegos desde 2014. Nesta temporada, a judoca da Amei foi medalha de ouro na Copa do Mundo, na categoria até 70 quilos, disputado em outubro, no Uzbequistão. Nas Paraolimpíadas do Brasil em 2016, a atleta nascida em Tupã terminou com a medalha de prata.