Unimar realiza formatura do curso de Libras

A Unimar (Universidade de Marília) realizou ontem no auditório da reitoria, a formatura do curso gratuito de Libras (Língua Brasileira de Sinais) oferecido à comunidade de Marília e região. Neste ano também estão se formando no curso um grupo de professores e funcionários da rede Municipal de Ensino de Marília, em parceria inédita com a Prefeitura. A solenidade contou com a presença da pró-reitor

A Unimar (Universidade de Marília) realizou ontem no auditório da reitoria, a formatura do curso gratuito de Libras (Língua Brasileira de Sinais) oferecido à comunidade de Marília e região. Neste ano também estão se formando no curso um grupo de professores e funcionários da rede Municipal de Ensino de Marília, em parceria inédita com a Prefeitura.
A solenidade contou com a presença da pró-reitora de Ação Comunitária da Unimar, Fernanda Mesquita Serva, do pró-reitor de pesquisa e pós-graduação, Jefferson Aparecido Dias e da professora Sabrina Alves Dias, representando o secretário municipal de Educação, Beto Cavalari.
Foram entregues certificados a 141 formandos no curso de Libras I. Segundo a coordenadora do curso de Libras da Unimar, Célia Pavarini da Silva, o curso aberto para comunidade teve início em 2012, tem duração de um semestre e as inscrições são abertas em janeiro e agosto.
Para a professora, inserir o deficiente auditivo na sociedade não significa simplesmente colocá-lo para conviver com a comunidade, mas permitir que todos ao redor se comuniquem com ele. “Inserir significa todos nós aprendermos Libras para nos comunicar com eles. A Unimar ter aberto este curso é essencial para que toda comunidade possa participar do processo de inclusão. A Unimar está comprometida com esta questão. Com o curso, as famílias dos surdos vêm fazer, os vizinhos, os amigos, e isso é muito importante”, disse. 
Célia Pavarini da Silva afirma que o acesso a Libras contribui para que o deficiente auditivo consiga seguir nos estudos. “A maioria dos surdos pensava que eles não podiam estudar e muitos têm apenas o ensino fundamental. O acesso a Libras faz com que acreditem na sua capacidade de estudo e de inserção na sociedade. Somos agentes multiplicadores da inclusão”. 
Para a pró-reitora de Ação Comunitária da Unimar, Fernanda Mesquita Serva, a inclusão deve ser pauta das discussões diárias da sociedade e a formatura dos alunos do curso de Libras demonstra a participação da sociedade nesse processo e o comprometimento da Unimar com a causa. “Estamos muito alegres nesta noite celebrando esta formatura tão importante. E também dessa parceria pioneira da Unimar com a Prefeitura oferecendo o curso para os professores e profissionais da secretaria da Educação”, disse.
A psicóloga Beatriz Sarmazo, também recebeu o certificado pelo curso de Libras e disse que é de extrema importância que todos possam conhecer a realidade dos deficientes. “Vemos o quanto é necessária a inclusão. Professores, funcionários, todos estão muito interessados e a Unimar dar esta oportunidade é um momento muito especial.”