“Dezembro Vermelho” mobiliza unidades de saúde

Segue até sexta-feira (1º), data mundial de Luta contra a Aids, a campanha “Fique Sabendo” em todas as unidades de saúde de Marília. A intensificação de testes rápidos e orientação tem como objetivo alertar a população para a importância do diagnóstico, interrupção da transmissão e tratamento. Entre janeiro e novembro deste ano, foram confirmados 47 casos positivos na cidade. Em Marília, o teste r

Segue até sexta-feira (1º), data mundial de Luta contra a Aids, a campanha “Fique Sabendo” em todas as unidades de saúde de Marília. A intensificação de testes rápidos e orientação tem como objetivo alertar a população para a importância do diagnóstico, interrupção da transmissão e tratamento. Entre janeiro e novembro deste ano, foram confirmados 47 casos positivos na cidade.
Em Marília, o teste rápido pode ser feito em uma das 12 UBS (Unidades Básicas de Saúde) e em 34 unidades onde atuam equipes do programa ESF (Estratégia Saúde da Família). O procedimento é rápido, indolor (basta uma gota de sangue) e o resultado sai em poucos minutos. Em caso de positividade, o protocolo técnico já prevê a orientação e encaminhamento para o serviço especializado. Atualmente, cerca de 1.500 pessoas estão em atendimento no SAE/CTA em função de alguma IST (Infecção Sexualmente Transmissível).
O acompanhamento é mensal, com atendimento pelo serviço de enfermagem, psicologia e médicos infectologistas, pediatra, ginecologista e dermatologista, assistente social. Os pacientes da unidade são atendidos de forma integral, com acesso a exames e retrovirais. Alessandra Pereira, responsável pelo Programa Municipal de ISTs/Aids, afirma que é preciso superar os estigmas. “Fazer o teste e saber o resultado pode ser uma decisão difícil, mas é um passo decisivo para a nossa saúde. Quem tem o vírus e fica sabendo, tem mais um motivo para se cuidar. Quem não tem, tira qualquer dúvida e sai orientado para manter a saúde em dia”, explica.

É COM VOCÊ!
A indicação do teste abrange grande parte da população. A campanha “Fique Sabendo” é voltada para quem é sexualmente ativo e nunca fez o teste; pessoas que já fizeram sexo (oral, vaginal, anal) e não usaram camisinha em alguma ocasião; quem tem ou teve tuberculose ou hepatites.
Também é indicado para todas as mulheres grávidas (durante e após o pré-natal); quem teve, ou desconfia que pode ter tido, qualquer infecção sexualmente transmissível, ou ainda pessoas que compartilharam seringas e agulhas.

SÍFILIS
Além da Aids, as equipes de saúde também estão atentas em relação à Sífilis. Em Marília, a doença teve 212 casos confirmados em 2017, sendo congênita (51 casos), gestantes (62) e adquirida (99). A falta de adesão ao tratamento por parte dos companheiros do sexo masculino tem sido apontada como dificultador para a eficácia do tratamento em gestantes e bloqueio da doença em bebês. “Em todo o país, há uma preocupação crescente com a sífilis congênita. Fatores socioculturais, como o preconceito e a fragilização da condição feminina, estão gerando estes resultados terríveis. É importante que a mulher se trate e seu companheiro também”, destacou Alessandra.

SERVIÇO
Neste dia 1º de dezembro, o SAE promove uma série de atividades, incluindo um café da manhã especial, roda de conversa com pacientes e familiares, acolhimento da população em geral e divulgação das ações de serviços. Durante toda a semana, as unidades seguem com atividades alusivas ao tema, além de palestras, panfletagem, afixação de cartazes e interações na comunidade. Mais informações sobre a Campanha “Fique Sabendo” podem ser obtidas pelo telefone (14) 3402-6500, na Secretaria Municipal da Saúde. O SAE/CTA funcionam na rua 7 de Setembro, 793. O telefone para mais informações é o (14) 3451-2939.