Sobras de doações de roupas causam polêmica nas redes sociais

A sobra de grande quantidade de roupas que foram doadas para famílias desabrigadas após as chuvas de agosto em Marília, causou polêmica nas redes sociais nos últimos dias. O vereador João do Bar (PHS) postou em sua página no Facebook uma foto com vários sacos de roupa dizendo que as roupas doadas para as vítimas do temporal estariam no almoxarifado da Secretaria da Educação. A postagem gerou vár

A sobra de grande quantidade de roupas que foram doadas para famílias desabrigadas após as chuvas de agosto em Marília, causou polêmica nas redes sociais nos últimos dias. O vereador João do Bar (PHS) postou em sua página no Facebook uma foto com vários sacos de roupa dizendo que as roupas doadas para as vítimas do temporal estariam no almoxarifado da Secretaria da Educação. 
A postagem gerou vários comentários da população, com dúvidas sobre o destino das doações.  Em nota encaminhada ao Jornal da Manhã, a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, explicou que “as roupas doadas para os desabrigados do temporal, foram em número muito maior do que a demanda da época”.
Segundo a secretária, o restante das doações “foram higienizadas, embaladas e etiquetadas e guardadas com todo cuidado em nosso almoxarifado e estão sendo entregues paulatinamente, através dos CRAS, para as pessoas necessitadas dentro de rigorosos critérios de vulnerabilidade social”.
A secretária informou ainda que são recebidas doações diárias de roupas e calçados, que são separados por tipo e acondicionados em sacos para evitar danos e depois são encaminhadas às entidades e pessoas necessitadas.