Comparsa de “Chibiu” e “Dani” em mortes tem pedido de liberdade negado

Decisão da Justiça de Marília negou pedido de liberdade impetrado pela defesa do desempregado Antônio Vinícius de Oliveira. Ele está preso acusado de participação no duplo homicídio de (Wesley Richard Lisboa de Souza, de 26 anos, e de Wellington Luís Pardim Ramos, de 18 anos) ocorrido no ano de 2014. O autônomo Waldir Francisco de Oliveira, o “Chibiu”, e seu irmão, Daniel Augusto de Oliveira, o “D

Decisão da Justiça de Marília negou pedido de liberdade impetrado pela defesa do desempregado Antônio Vinícius de Oliveira. Ele está preso acusado de participação no duplo homicídio de (Wesley Richard Lisboa de Souza, de 26 anos, e de Wellington Luís Pardim Ramos, de 18 anos) ocorrido no ano de 2014. O autônomo Waldir Francisco de Oliveira, o “Chibiu”, e seu irmão, Daniel Augusto de Oliveira, o “Dani”, também são réus neste processo.

O pedido de liberdade provisória foi impetrado pelo advogado Luiz Carlos Clemente. O juiz da 2ª Vara Criminal, Samir Dancuart Omar, rejeitou as argumentações do defensor e manteve o desempregado preso aguardando o julgamento.

“O pedido formulado não comporta acolhimento, haja vista que após a prolação da sentença, restam superadas as alegações de excesso de prazo da prisão provisória ou de não cabimento da prisão preventiva, em primeira instância, cabendo a análise de eventual ilegalidade ou constrangimento ilegal a via adequada, a saber, o habeas corpus”, disse.

Oliveira, “Chibiu” e “Dani” foram indiciados pelo crime de homicídio duplamente qualificado. Se condenados, o trio pode pegar uma pena de até 60 anos de prisão em regime fechado.

Caso – Na madrugada do dia 31 de agosto de 2014, a chácara na estrada do Pombo abrigava uma festa de aniversário com mais de 150 pessoas. Por volta das 3 horas teria ocorrido uma briga entre várias pessoas por motivos ainda desconhecidos. 

Na confusão ocorreram os disparos. Souza foi encontrado nos fundos da chácara com uma perfuração no tórax. O marceneiro não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Já Ramos foi localizado caído na parte da frente da propriedade rural com duas perfurações de tiro na cabeça. Ele permaneceu internado por duas semanas, mas também faleceu.