Multas reduzem 75,2% no feriado prolongado na BR-153

A “Operação Finados” realizada nos 212 quilômetros de rodovia Transbrasiliana (BR-153), no trecho entre Promissão e Ourinhos, contabilizou queda drástica no número de autuações aos motoristas. A ação ainda teve aumento de acidentes, mas não houve feridos. De acordo com os dados estatísticos divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nos cinco dias de ação fiscalizadora, os policiais autuara

A “Operação Finados” realizada nos 212 quilômetros de rodovia Transbrasiliana (BR-153), no trecho entre Promissão e Ourinhos, contabilizou queda drástica no número de autuações aos motoristas. A ação ainda teve aumento de acidentes, mas não houve feridos.

De acordo com os dados estatísticos divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nos cinco dias de ação fiscalizadora, os policiais autuaram 169 motoristas (73 por excesso de velocidade, 15 por ultrapassagem em local proibido e 80 por infrações diversas) contra 682 no ano de 2015, uma queda de 75,2%.

Os flagrantes por embriaguez ao volante também tiveram redução de 50% em comparativo com a última ação realizada no feriado de Finados. Os policiais rodoviários flagraram um usuário contra dois.

A “Operação Finados” contabilizou aumento de 300% nos acidentes, mas não houve vítimas fatais ou feridas. Ao todo foram quatro colisões contra apenas uma em 2015.

Rodovias estaduais – A Polícia Militar Rodoviária também divulgou ontem (6) o balanço da “Operação Finados” nos 567 quilômetros de rodovias estaduais na região de Marília. A ação, iniciada na última quarta-feira (1) não registrou mortes em acidente, mas teve aumento na imprudência dos motoristas.

Segundo o balanço estatístico da Polícia Rodoviária, nos cinco dias de fiscalização, houve crescimento de 100% nos acidentes com vítima e 70% dos feridos levemente em comparativo com 2015, quando ocorreu a “Operação” neste período. A ação ainda contabilizou redução de 100% nas vítimas graves.

Apesar dos números positivos, a imprudência ficou evidenciada com aumento de 34,8% nas autuações, 50,6% nas multas por excesso de velocidade e de 566,6% nos flagrantes por embriaguez ao volante.