Reajuste de tarifa depende de análise técnica

Reunião entre integrantes do SAF (Sistema Auxiliar de Fiscalização do Transporte Coletivo Urbano de Marília) realizada ontem na Prefeitura, não definiu sobre autorização de reajuste nas tarifas de ônibus urbanos, solicitado pelas empresas Sorriso e Grande Marília. Conforme nota encaminhada pela assessoria de imprensa da Prefeitura, os membros do SAF elegeram nova diretoria e realizaram a primeira

Reunião entre integrantes do SAF (Sistema Auxiliar de Fiscalização do Transporte Coletivo Urbano de Marília) realizada ontem na Prefeitura, não definiu sobre autorização de reajuste nas tarifas de ônibus urbanos, solicitado pelas empresas Sorriso e Grande Marília.
Conforme nota encaminhada pela assessoria de imprensa da Prefeitura, os membros do SAF elegeram nova diretoria e realizaram a primeira reunião oficial, que teve como tema principal a discussão de melhorias no transporte coletivo de Marília e o pedido de reajuste da tarifa.
A tarifa atual em Marília é de R$ 3,00 desde 16 de setembro de 2015, sendo que o pedido de reajuste por parte das empresas vem sendo feito desde o início da administração. As concessionárias reivindicam que o preço seja reajustado para R$ 3,71.
Após oficializarem junto ao SAF, a diretoria decidiu que o pedido será analisado tecnicamente pelos setores de Contabilidade e de Engenharia de Trânsito, ambos da Emdurb, como explica Valdeci Fogaça, presidente da Emdurb e agora presidente do SAF.
“Agora a Contabilidade e a Engenharia de Trânsito da Emdurb farão esta análise técnica. Na terça-feira (17) iremos marcar uma nova reunião com os membros do SAF, que poderá ser realizada ainda na próxima semana, para apresentarmos a todos o que a Contabilidade e a Engenharia de Trânsito analisaram sobre o pedido das empresas”, disse o presidente do SAF.
A nova diretoria do SAF passou a ser composta pelo presidente Valdeci Fogaça (Emdurb), pelo vice-presidente Alexandre Costa Santiago (Viação Sorriso), pelo 1º secretário Domingos Caramaschi Júnior (Prefeitura) e pelo 2º secretário Rogério Antônio Alves (Emdurb).
A reunião contou ainda com representantes do Gaoc (Grupo de Apoio e Orientação ao Trânsito e à Cidadania), das Centrais Sindicais, dos Diretórios Acadêmicos filiados à UNE (União Nacional dos Estudantes) e do Comdim (Conselho Municipal do Idoso de Marília).