MP acompanha serviços executados pela Prefeitura na Operação Tapa-buracos

O MP (Ministério Público) acompanha os serviços executados pela Operação Tapa-buracos na cidade a partir de reportagens publicadas no Jornal da Manhã. O promotor de Justiça, José Alfredo de Araújo Sant’Ana, recentemente cobrou a Administração Municipal quanto a buraco na rua das Gardênias, altura do nº 150, no Jardim Marília (zona oeste), em que moradores reclamaram da poeira trazida por terra col

O MP (Ministério Público) acompanha os serviços executados pela Operação Tapa-buracos na cidade a partir de reportagens publicadas no Jornal da Manhã.

O promotor de Justiça, José Alfredo de Araújo Sant’Ana, recentemente cobrou a Administração Municipal quanto a buraco na rua das Gardênias, altura do nº 150, no Jardim Marília (zona oeste), em que moradores reclamaram da poeira trazida por terra colocada na abertura da camada asfáltica. 

A Secretaria Municipal de Obras Públicas respondeu o ofício encaminhado pelo Ministério Público informando sobre a realização da obra na via do Jardim Marília.

Prazo de 10 dias havia sido dado pelo MP para a execução dos serviços de tapa-buracos na rua das Gardênias.

A reportagem foi publicada no dia 28 de junho, na página 3 do Jornal da Manhã, com o título “Moradora reclama de poeira trazida por terra colocada em buraco de rua”.

Na matéria, a dona de casa Neusa Pires Fregonesi se queixa da poeira trazida pela terra existente no buraco da via. O problema já vinha de meses e nenhuma providência era tomada pelo Poder Público Municipal.