Álbum histórico da banda The Beach Boys completa 51 anos

Os anos 60 são lembrados por sua inventividade e ousadia ao mexer nas estruturas da cultura popular graças a novidades comportamentais relacionadas ao sexo, às drogas e ao rock’n’roll.

Os anos 60 são lembrados por sua inventividade e ousadia ao mexer nas estruturas da cultura popular graças a novidades comportamentais relacionadas ao sexo, às drogas e ao rock’n’roll. Os grandes ícones desta década são cabeludos e ruidosos, exploradores radicais de fronteiras estéticas e conceituais, vanguardistas - conscientes ou não - que rompiam com tradições decanas e levavam a cultura a uma vertiginosa curva ascendente em termos de qualidade de produção artística. Um dos melhores exemplos desta transformação - e gatilho para diversas outras - é o relato emotivo que o jovem californiano Brian Wilson, então com 23 anos, fez sobre sua vida a partir dos sentimentos sobre sua infância.

Comemorado no último dia 16 por fãs do mundo inteiro, o 51º aniversário do álbum Pet Sounds, da banda norte americana The Beach Boys é tema de artigo assinado por Paulo Constantino, músico e doutor em Educação, professor na Unesp Marília e supervisor das escolas técnicas do Centro Paula Souza, na página 2 desta edição.  

Formada em 1961 em Hawthorne, na Califórnia (USA), a banda The Beach Boys é considerada uma das mais influentes da história do rock e do pop. Emplacou dúzias de canções nas paradas de sucesso (também emplacou quatro compactos no primeiro lugar entre os mais vendidos nos Estados Unidos), além de álbuns recordistas de venda. Foi incluída no Hall da Fama do Rock and Roll em 1988. Seu álbum Pet Sounds, de 1966, que contém clássicos como "Wouldn't It Be Nice", "Sloop John B", e "God Only Knows", e é considerado umas das maiores obras primas da história da música pop.

O grupo original era formado pelo cantor, músico e compositor Brian Wilson, seus irmãos Carl e Dennis, o primo Mike Love e o amigo Alan Jardine. Inúmeras mudanças tanto no estilo musical quanto na formação ocorreram durante a turbulenta existência da banda: os problemas psicológicos, abuso de drogas e o eventual afastamento de Brian; as mortes de Dennis em 1983 e Carl em 1998 e as batalhas legais entre os integrantes do grupo.

Com uma grande variedade de estilos e influencias musicais em seu repertório: surf rock (primeira metade dos anos 60), música erudita, folk, country, blues, soul, bossa nova, música havaiana e até hard rock como a All I Want To Do do álbum 20/20 de 1969, entre outros estilos, os Beach Boys contribuiram na sofisticação e experimentação do pop e rock.

1966 é conhecido como um ano revolucionário na música pop e rock. Pet Sounds (sons de animais domésticos e com o duplo sentido no inglês, sons preferidos), composto e gravado a partir de 1965, é considerado um disco pioneiro neste ano, influenciando seus contemporâneos, principalmente os ingleses.

 

Pet Sounds não é apenas o disco mais ousado da carreira dos Beach Boys e sua obra-prima incontestável, mas, principalmente, é a jornada individual de Brian Wilson, seus experimentos com drogas alucinógenas na busca de uma música pop perfeita, inatingível, inefável, transcendental. Uma viagem que mudou completamente a cultura pop.