Daniel Alonso é eleito por unanimidade coordenador geral do Fórum P

O prefeito de Marília, Daniel Alonso, foi eleito na manhã desta quarta-feira, dia 19, na cidade de São Pedro, coordenador geral do Fórum Paulista de Comitês de Bacias Hidrográficas do Estado de São Paulo. O chefe do executivo mariliense representará os 21 comitês existentes no Estado de São Paulo. Em março, Daniel já havia sido eleito presidente do CBH-AP (Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios

O prefeito de Marília, Daniel Alonso, foi eleito na manhã desta quarta-feira, dia 19, na cidade de São Pedro, coordenador geral do Fórum Paulista de Comitês de Bacias Hidrográficas do Estado de São Paulo. O chefe do executivo mariliense representará os 21 comitês existentes no Estado de São Paulo. Em março, Daniel já havia sido eleito presidente do CBH-AP (Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí e Peixe).

O Fórum Paulista de Comitês de Bacias Hidrográficas é a Instância Colegiada formada pelo conjunto dos Comitês de Bacias Hidrográficas legalmente instituídos no âmbito do Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos, existentes no território do Estado de São Paulo. O espaço tem a finalidade de aproximar e divulgar as informações do Fórum Paulista de Comitês de Bacias Hidrográficas da população em geral, facilitando a comunicação com o Colegiado Coordenador e com os demais membros.

“Já em março, fiquei muito feliz por representar Marília no comitê Aguapeí e Peixe, agora represento o Estado todo, isso é muito importante para o desenvolvimento da cidade”, observou o prefeito Daniel Alonso. Ele mencionou que, através dos comitês, é possível buscar mais recursos para a proteção dos rios do Estado. No caso de Marília, o foco da gestão está, principalmente, na conclusão das obras de tratamento do esgoto e na destinação correta do lixo.

Ao todo, no Estado, são 21 comitês. Com fundação em 1995, o objetivo é unir esforços para cumprir os desafios da gestão das águas. O CBH-AP integra 87 municípios contendo 14 representantes dos Municípios, 14 da sociedade civil e 14 de órgãos estaduais.