Nardi questiona remanejamento de servidores municipais efetivos

O vereador Luiz Eduardo Nardi (PR) questionou o remanejamento de servidores públicos municipais efetivos que vêm sendo promovidos pela atual Administração. “A imposição contrária ao vínculo pelo cargo desempenhado contraria as regras de ingresso via concurso público, ferindo ainda a remuneração fixada por lei para cada cargo no âmbito da Administração Pública”, ressaltou Nardi, que inclusive é aut

O vereador Luiz Eduardo Nardi (PR) questionou o remanejamento de servidores públicos municipais efetivos que vêm sendo promovidos pela atual Administração.

“A imposição contrária ao vínculo pelo cargo desempenhado contraria as regras de ingresso via concurso público, ferindo ainda a remuneração fixada por lei para cada cargo no âmbito da Administração Pública”, ressaltou Nardi, que inclusive é autor de requerimento aprovado na sessão de ontem da Câmara.

O parlamentar do Partido da República pediu explicações à Prefeitura quanto ao possível “desvio de função” de funcionários públicos municipais. “Sabemos de um servidor lotado no Daem (Departamento de Água e Esgoto de Marília) que desempenha a função de porteiro de escola”.

Nardi quer saber da Administração quais os critérios estão sendo adotados para este remanejamento de servidores. “Gostaria que fosse informada a lista de servidores com nomes, os locais de direito e para quais repartições foram emprestados”.