Polícia Rodoviária intercepta caminhão com 2,7 toneladas de maconha na SP-333

Um caminhão transportando 2,7 toneladas de maconha foi interceptado por policiais militares rodoviários na noite de quinta-feira (13) na rodovia Miguel Jubran (SP-333), em Assis (cerca de 80 quilômetros de Marília). Um motorista de 37 anos foi preso na ação. De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, por volta das 21 horas, durante fiscalização na altura do quilômetro 411 da rodovia,

Um caminhão transportando 2,7 toneladas de maconha foi interceptado por policiais militares rodoviários na noite de quinta-feira (13) na rodovia Miguel Jubran (SP-333), em Assis (cerca de 80 quilômetros de Marília). Um motorista de 37 anos foi preso na ação.

De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, por volta das 21 horas, durante fiscalização na altura do quilômetro 411 da rodovia, policiais abordaram um caminhão baú, placas de Cuiabá (MT).

Em revista na carga de papelão, os policiais desconfiaram do cheiro de maconha e localizaram 2.856 tabletes da droga. O motorista confessou que pegou o veículo em Novo Mundo (MS) e entregaria a pessoa desconhecida em Ribeirão Preto (SP). Pelo trabalho de “mula”, ele receberia R$ 20 mil.

O motorista foi indiciado em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes e recolhido para a cadeia de Lutécia. Em caso de condenação, ele pode pegar uma pena de até 15 anos de prisão em regime fechado.

SP-270 – Um homem de 53 anos foi preso por policiais militares rodoviários após ser flagrado transportando 7,5 quilos de maconha em um ônibus de passageiros na manhã de sexta-feira (14) na rodovia Raposo Tavares (SP-70), em Assis (cerca de 80 quilômetros de Marília).

De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, por volta das 9 horas, durante fiscalização em frente à base operacional, na altura do quilômetro 445 da rodovia, os policiais abordaram um ônibus que realizava o itinerário Ponta Porã (MS) a São Paulo.

Em revista nas bagagens os policiais localizaram uma mochila que armazenava 12 tijolos de maconha em formato de ovos de Páscoa. O homem não informou o destino da droga e nem o valor que receberia pelo trabalho de “mula”.

O homem foi indiciado em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes e recolhido para a cadeia de Lutécia. A pena pode chegar a até 15 anos de prisão em regime fechado.