MAC terá defesa com pouca “rodagem” na última rodada

Uma das preocupações do técnico Daniel Sabino para o jogo contra o Desportivo Brasil, é a pouca opção para escalar o sistema defensivo. Dos cinco desfalques do Marília Atlético Clube (MAC) para domingo, às 10h, no estádio Bento de Abreu, pela última rodada da 1ª fase do Campeonato Paulista da Série A-3, quatro são atletas de defesa e faziam parte da formação inicial do ex-treinador Luciano Quadros

Uma das preocupações do técnico Daniel Sabino para o jogo contra o Desportivo Brasil, é a pouca opção para escalar o sistema defensivo. Dos cinco desfalques do Marília Atlético Clube (MAC) para domingo, às 10h, no estádio Bento de Abreu, pela última rodada da 1ª fase do Campeonato Paulista da Série A-3, quatro são atletas de defesa e faziam parte da formação inicial do ex-treinador Luciano Quadros.
O zagueiro Giba foi dispensado pela diretoria na última segunda-feira (dia 10) por balada. O companheiro de zaga, Alessandro Lopes, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, assim como o volante Fábio Leite, que vinha sendo escalado como lateral-esquerdo. O lateral-direito Marlon Cola não se recuperou de uma lesão no músculo posterior da coxa direita.
O técnico Daniel Sabino confirmou que o quarteto defensivo será formado por: Rafael Mineiro (lateral-direito), Eduardo Grasson (zagueiro), Romário (zagueiro) e Valmir (lateral-esquerdo). “A verdade é que temos poucos jogadores de marcação no grupo com essas ausências. O Agenor (volante) está suspenso também e o Wallace Rato (volante) ainda é dúvida, pois ainda sente dores na coxa”, comentou.
Do quarteto defensivo para domingo, três não fizeram nem um terço dos jogos pelo Marília nesta Série A-3. Eduardo Grasson e Romário jogaram cinco e quatro partidas, respectivamente, enquanto Rafael Mineiro atuou somente na rodada passada. Apenas Valmir fez mais da metade dos duelos (12).
Das poucas opções que Sabino terá para o setor no banco estão: o zagueiro Paulo Ramon nunca foi relacionado para um jogo. O lateral-direito Guilherme Holanda esteve entre os relacionados duas vezes, mas nunca entrou em campo, e o esquerdo Pedro Felipe, que chegou a fazer três partidas, sendo apenas uma como titular.
Já para o setor ofensivo o MAC terá força máxima, mas até ontem o treinador não havia definido quem jogaria. “Nesse momento o mais importante é não inventar muito e tentar passar o máximo de confiança possível ao grupo”, explicou.
O provável Alviceleste jogará com: Éder; Rafael Mineiro, Eduardo Grasson, Romário e Valmir; Juninho Ortega, Wallace Rato (Diego Sales) e Léo Franco; Matheus Marcondele, Gilberto Trindade e Borebi.
Ingressos
Para o jogo contra o Desportivo Brasil, a diretoria fez promoção de ingressos. O valor cobrado para os setores da geral e tobogãs será de R$ 5,00. As arquibancadas cobertas custarão R$ 10,00, enquanto as cadeiras cativas serão R$ 20,00.
São três os pontos de venda: Kilmo Sports (Rua Nove de Julho, 747), Globo Sports (Rua Nove de Julho, 1.457) e estádio Bento de Abreu (Avenida Vicente Ferreira, 152). O Alviceleste está na 14ª colocação (uma posição acima da zona do rebaixamento) com 24 pontos e a vitória no domingo garante a permanência do clube na Série A-3. Em caso de derrota ou empate, o time dependeria de outros resultados para não cair.