MAC “comemora” aniversário com demissão, dispensa e discussão

Parece ter virado rotina nos últimos anos o Marília Atlético Clube (MAC) não poder comemorar seu aniversário com festa e notícias positivas. E não é hoje (12 de abril), quando a agremiação completa 75 anos de existência, que a história é diferente. Ontem, o dia maqueano foi extremamente conturbado com: demissão da comissão técnica, dispensa de jogador por “balada” e discussão antes do treino entre

Parece ter virado rotina nos últimos anos o Marília Atlético Clube (MAC) não poder comemorar seu aniversário com festa e notícias positivas. E não é hoje (12 de abril), quando a agremiação completa 75 anos de existência, que a história é diferente. Ontem, o dia maqueano foi extremamente conturbado com: demissão da comissão técnica, dispensa de jogador por “balada” e discussão antes do treino entre torcedores organizados e atletas.
A situação é problemática pelos lados do Bento de Abreu, porque em mais uma temporada o clube corre o risco do rebaixamento. Se cair no próximo domingo, às 10h, no Abreuzão, contra o Desportivo Brasil, pelo Campeonato Paulista da Série A-3, o Alviceleste amargará o terceiro descenso consecutivo no estadual. O time está na 14ª posição (uma acima da ‘degola’) com 24 pontos.
Treinador
Ontem, logo pela manhã veio a confirmação da demissão do técnico Luciano Quadros e sua comissão (auxiliar Itamar Lisboa e preparador físico Lennon Bustamante). No período da tarde foi anunciado Daniel Sabino (técnico do sub-20) como treinador e o preparador de goleiros Luiz Andrade, sendo o auxiliar. Também do sub-20 do preparador físico Dalton.
“Fiquei surpreso com o convite, mas me sinto preparado para comandar o time nessa última rodada. Ano passado fui auxiliar do Luiz Carlos, o “Bira”, na Série A-2 e em 2004 fiz parte da comissão técnica do MAC B. Apesar do momento, só depende de nós salvar o clube do rebaixamento. Acompanhei a pré-temporada toda do Luciano e conheço o grupo. O mais importante nesse momento é resgatar a parte psicológica desse grupo, porque o elenco já mostrou que tem qualidade”, declarou Daniel Sabino.
Giba dispensado
Um dos capitães de Luciano Quadros foi dispensado ontem pela diretoria. Após a derrota de 5 a 0 para o São José, fora de casa, Giba foi para uma boate em São José dos Campos, tirou fotos fumando cigarro, em uma mesa cheia de bebidas alcóolicas e ‘postou’ e uma rede social. Ontem à tarde, na reapresentação do grupo, o defensor não compareceu, ficando no hotel onde os atletas estão hospedados.
Já o lateral-esquerdo Fábio Leite pediu para ser liberado. Ele foi expulso na rodada passada e não poderá enfrentar o Desportivo no domingo. Contudo, esteve ontem na reapresentação.
Confusão com torcida
Antes de começar o primeiro treino da semana, cerca de dez torcedores organizados entraram no gramado do Abreuzão para cobrar os atletas pelos maus resultados. A conversa durou menos que cinco minutos e aconteceu em tom amigável. Porém, após a reunião, os torcedores iriam até o hotel onde os atletas do MAC estão hospedados, para tirar satisfações com o zagueiro Giba (dispensado por balada) e aí começou a confusão. Os atletas foram até um dos corredores do Abreuzão, onde os torcedores estavam, para impedir a ação e começou a discussão. Não houve agressões físicas.
Ingressos
Para o jogo deste domingo, no Abreuzão, a diretoria maqueana conseguiu trazer a campanha Futebol Sustentável, da Federação Paulista de Futebol (FPF), ou seja, com duas garrafas pets (qualquer tamanho) pode ser trocado por um ingresso no setor da geral. São 1.500 disponíveis. Quando acabarem, a diretoria informou que até este sábado (véspera do jogo), a meia entrada para a geral vai custar R$ 5,00. A arquibancada coberta será R$ 10,00 e a cadeira cativa R$ 20,00. No dia da partida, os preços voltam ao normal para a meia entrada: R$ 10 (geral), R$ 15 (coberta) e R$ 30 (cativa).