Solidariedade “vence” de goleada no Abreuzão

Solidariedade, futebol e festa. Com a mistura desses três ingredientes a 2ª edição do Futebol Solidário “Jogo das Estrelas” só poderia ter sido um sucesso. Ontem à tarde, no estádio Bento de Abreu, cerca de três mil pessoas prestigiaram a partida entre os “ex-craques” do futebol brasileiro e o time master de Marília, promovida pelo projeto Amor de Criança, que atende crianças com paralisia cerebra

Solidariedade, futebol e festa. Com a mistura desses três ingredientes a 2ª edição do Futebol Solidário “Jogo das Estrelas” só poderia ter sido um sucesso. Ontem à tarde, no estádio Bento de Abreu, cerca de três mil pessoas prestigiaram a partida entre os “ex-craques” do futebol brasileiro e o time master de Marília, promovida pelo projeto Amor de Criança, que atende crianças com paralisia cerebral.

O atacante Muller, que defendeu São Paulo, Palmeiras, Santos, Corinthians e Seleção Brasileira, entre outros, gostou muito de ter participado do evento, que arrecadou recursos para o projeto. “Fico muito feliz por poder fazer parte dessa bela iniciativa, ainda mais quando envolve crianças com problemas tão sérios. Foi um prazer e uma alegria imensa em poder ajudar”, declarou.

“É gratificante demais poder ajudar um projeto tão bonito como esse e ainda poder fazer o que eu gosto, que é jogar futebol e rever amigos da época”, explicou o atacante Macedo, que defendeu São Paulo e Santos. Outro atacante que abrilhantou o espetáculo foi Dinei, xodó do torcedor do Corinthians. “Sinto-me honrado por fazer parte desta iniciativa. Antes do jogo o doutor Francisco Agostinho (idealizador do projeto) nos disse coisas que me emocionaram bastante. Ajudar e ainda poder bater uma bola com os amigos é bom demais”, comentou.

O atacante Dodô, ex-São Paulo, Santos e Botafogo-RJ, entre outros, participou do Futebol Solidário em Marília pela primeira vez e também elogiou o projeto. “Poder ajudar crianças não tem palavras. Sou pai e sei muito bem o que um filho representa. Parabéns aos organizadores”.

Os dois ex-atletas mais ‘ovacionados’ pelos torcedores foram: Marcelinho Carioca e Denílson. “Já vim várias vezes a Marília, porque tenho um grande amigo aqui, que é o Fabiano. Mais uma vez é um privilégio poder ajudar o projeto Amor de Criança”, explicou o pentacampeão do mundo pela Seleção Brasileira, em 2002. “Quando o assunto é criança não tem como não se sensibilizar. A gente sabe que é uma iniciativa séria e que vai ajudar muitas famílias”, destacou o “pé de anjo”, ídolo corintiano.

Também fizeram parte do time das “estrelas”: o volante Flávio Conceição (Palmeiras, Real Madrid e Seleção Brasileira), o meia Zenon (Guarani e Corinthians), o lateral-direito Pavão (São Paulo) e o volante Claudecir (São Caetano e Palmeiras).

Já a equipe mariliense contou atletas da cidade, sendo que a maioria jogou pelo Marília Atlético Clube (MAC): Jorginho Putinati (Palmeiras), Fabiano (São Paulo e Santos), Naldinho, Renato, Juninho, Charles e Valdirzinho (Palmeiras), entre outros.