Últimas 4 vítimas fatais da Covid apresentavam doença cardiovascular

Do total de 127 óbitos, 29,9% ocorreram em idosos com idade entre 70 e 79 anos

 

Foto: Reprodução

As últimas quatro vítimas fatais do Coronavírus informadas nesta quarta-feira (13) pela Vigilância Epidemiológica Municipal tinham problema cardiovascular. E três delas tinham diabetes. As duas doenças estão entre as mais comuns associadas aos agravos da Covid-19.

O diabetes é informado como doença associada aos agravos da Covid em 42,5% das mortes de Marília: 54 vítimas fatais. Já a doença cardiovascular está em 40% do total de 127 mortes pela pandemia no município (até 13 de janeiro deste ano), sendo citada no histórico de 51 pacientes que vieram a óbito.

Os outros dois fatores de risco entre os mais comuns no relato de agravo e morte por Covid-19 são a hipertensão e a obesidade. Entre os 127 óbitos de Marília, pelo menos 32% dos pacientes eram hipertensos (41) e 22% eram obesos (28 vítimas fatais).

Idade dos pacientes que vieram a óbito

Do total de 127 óbitos, 29,9% ocorreram em idosos com idade entre 70 e 79 anos (38); 26,7% (34) em idosos acima dos 80 anos; e 20,4% (26) em idosos de 60 a 69 anos.

As demais mortes foram registradas em adultos de 20 a 59 anos, com exceção de uma vítima fatal com 18 anos. Marília não teve nenhum registro de vítima fatal abaixo dessa idade.