Outros quatro pacientes morrem de Covid

Marília já teve 22 vítimas fatais neste início de ano. A média diária de óbitos pela pandemia, em 2021, é de 1,7

Foto: Divulgação

Mais quatro pessoas morrem de Covid-19 em Marília. Todas tinham doença cardiovascular. A cidade registrou novos óbitos todos os dias desde 4 de janeiro. A pandemia já fez 22 vítimas fatais em 2021 e mais 105 em 2020, num total de 127 mortes.

A média diária de óbitos pela pandemia em Marília em 2021 é de 1,7. O avanço dos casos leva ao aumento dos agravos e, muitas vezes, a recuperação não é alcançada.

Há dez dias o Município informa novos óbitos continuamente, sendo que só no dia 3 de janeiro foram registradas três mortes; no dia 8, outras três; no dia 10, também; e ontem (13), mais quatro.

As quatro vítimas fatais do Coronavírus informadas nesta quarta-feira pela Vigilância Epidemiológica Municipal tinham doença cardiovascular, entre os fatores de risco mais associados aos agravos da Covid-19.

O primeiro óbito é de uma mulher de 63 anos, com diagnóstico de doença cardiovascular e diabetes. Ela começou a ter sintomas no dia 2 de janeiro, como febre, tosse e dor de garganta. Procurou a UBS JK no dia 5 para coleta de exame, com resultado positivo para Covid liberado no dia 8. No dia 10 a paciente foi internada no HBU (Hospital Beneficente Unimar) para condução clínica, indo a óbito na terça-feira (12).

O segundo óbito é de um homem de 79 anos, com diagnóstico de doença cardiovascular, diabetes e doença neurológica. Ele teve o início de sintomas dia 28 de novembro, como tosse e dificuldade de respirar. Procurou atendimento dia 4 de dezembro no HBU para avaliação e condução clínica, tendo colhido exame no mesmo dia.

O resultado positivo para Covid foi liberado no dia 9 de dezembro e o paciente morreu no dia 2 de janeiro. A Vigilância Epidemiológica esclarece que só recebeu a informação do hospital sobre este óbito nesta quarta (13).

O terceiro óbito é de um homem de 58 anos, com diagnóstico de doença cardiovascular e diabetes. Ele começou a ter os sintomas no dia 3 de janeiro, como febre, tosse e dificuldade de respirar.

O paciente procurou a UBS Nova Marília no dia 5 para avaliação médica e condução clínica, fazendo a coleta de exame nesse mesmo dia. O resultado positivo para Covid foi liberado no dia 8 e ele foi internado nessa data HBU, vindo a óbito nesta quarta-feira (13).

Por fim, o quarto óbito é de uma mulher de 78 anos, com diagnóstico de doença cardiovascular crônica e diabetes. Ela começou a ter sintomas de Covid no dia 6 de janeiro, como tosse e dificuldade de respirar; procurou atendimento na Santa Casa no dia 11, com coleta de exame, mas morreu nesta data. O resultado positivo para Covid saiu no dia seguinte (12).