Bomba! Clube emperra renovação e volante pode ficar fora da Copa Paulista

Clube da 2ª Divisão de Alagoas quer compensação financeira para novo empréstimo ao MAC

Por Jorge Luiz/foto: Matheus Dahsan

A diretoria do Marília Atlético Clube (MAC) corre contra o tempo para poder contar com o volante Léo Couto, para o duelo desta quarta-feira (dia 2), contra o Velo Clube, às 17h, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Paulista, no estádio Bento de Abreu. O contrato do jogador se encerra com o Alviceleste amanhã (1º), mas desde a semana passada, a diretoria maqueana tenta a renovação.

No entanto, o jogador pertence ao FF Sports (equipe da 2ª Divisão de Alagoas) até dezembro de 2022, que não aceita um novo empréstimo sem uma compensação financeira.

De acordo com o diretor-executivo do MAC, Vagner Silva, as duas partes já estão conversando para a permanência de Léo Couto, porém o dirigente disse que a situação ainda está indefinida. “Não sei o que vai acontecer. Nós estamos negociando para que o jogador permaneça. Temos até amanhã (1º) cedo para resolver e poder inscreve-lo no período da tarde, para que possa atuar na quarta-feira”, explicou.

A reportagem JM apurou que o dirigente do clube alagoano, que está emperrando o novo empréstimo do volante ao Marília, tem como nome ‘Salustiano’, que já foi empresário de Léo Couto. Até o momento, o ‘cartola’ não respondeu às mensagens da reportagem para falar sobre o assunto.

 

Léo Couto tem apenas 22 anos e jogou nas categorias de base de: Cruzeiro-MG, Grêmio-RS, Vasco-RJ e Náutico-PE, onde se profissionalizou. Também jogou por Prudentópolis-PR, FF Sports-AL, São Joseense-PR e PSTC-PR, de Cornélio Procópio.

O volante chegou ao Marília durante a pandemia do coronavírus e atuou em todas as 11 partidas, entre Paulista da Série A-3 e Copa Paulista. Ao lado de Junior Santos, Orlando Junior e Carlos André (hoje na Portuguesa), ele é o líder de assistências no clube, com três passes para gol.