Município formaliza a entrega da Fumares

Entidade é voltada à recuperação individual e reinserção social de ex-moradores de rua

Foto: Divulgação

O Município formaliza a entrega da gestão da Fumares. Foi publicado ontem (25) no Diário Oficial o chamamento público para efetivar o termo de colaboração da Fundação Mariliense de Recuperação Social. A entidade pública de direito privado passa a ter execução técnica pelo Projeto Vida Nova.

O Projeto Vida Nova, comunidade terapêutica que atende dependentes químicos em reabilitação foi a única entidade interessada em assumir a Fumares, que acolhe pessoas em situação de rua com o objetivo de recuperação pessoal e reinserção social, entre eles dependentes de álcool.

A execução do Serviço Especializado de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, sem fins lucrativos, prevê um termo de colaboração pelo prazo de um ano.

Após o fim do prazo para interposição recursal sem manifestação, a entidade interessada fica convocada a apresentar seu plano de trabalho e requisitos documentais em até 15 dias. 

O Termo de Convocação em sua íntegra está disponível no site www.marilia.sp.gov.br/licitacao. Demais informações podem ser obtidas pelo email pregao4@marilia.sp.gov.br.

“Não vamos mudar de nome e nossa pasta continuará presente em um trabalho conjunto. Essa remodelação é fruto de dois anos de estudo e foi feita com o aval do Ministério Público”, mencionou a gestora municipal de Assistência Social, Wania Lombardi.

De acordo com a Secretaria de Assistência, a mudança visa conferir maior autonomia ao trabalho social, que passa a ter liberdade de contratação de profissionais e de execução de projetos de geração de renda, como o da horta que a Fumares já possui.

“Os atendidos eram prejudicados pela morosidade de alguns processos, que tinham que respeitar o trâmite público, como o trabalho na horta e a venda das hortaliças na feira. A Fumares também poderá receber emendas parlamentares e terá maior facilidade em angariar doações em prol da população atendida”, citou Wania Lombardi.