Conselho Deliberativo do Marília regulariza hoje novos membros para eleição

Quadro de conselheiros tem apenas seis vagas disponíveis; eleição presidencial acontecerá em dezembro

Por Jorge Luiz/foto: Edio Jr.

O clima de eleição no Marília Atlético Clube (MAC) começa hoje (dia 21), com a reunião do Conselho Deliberativo, para regularizar a situação de alguns membros, visando o pleito presidencial que irá ocorrer em dezembro.

O encontro vai ocorrer na secretaria do estádio Bento de Abreu, com primeira chamada às 9h30. O estatuto diz que para iniciar em 1ª chamada, é preciso no mínimo ter a metade e mais um. Ou seja, dos 14 conselheiros aptos no momento, é exigida a presença de oito.

A segunda chamada acontecerá às 10h e ocorrerá com o número de membros que estiver presente. Para se tornar conselheiro, é necessário estar como sócio do clube há pelo menos um ano e ter a aprovação da maioria.

Atualmente, o comando do Conselho é do bancário aposentado, Jair Cândido da Silva, o “Jairzinho”, que é o vice-presidente, já que o presidente, o advogado Cristiano Gonçalves, pediu renúncia do cargo em julho de 2019.

O quadro do Conselho Deliberativo do Marília pode ter até 31 membros, sendo que dez cadeiras obrigatoriamente precisam ser ocupadas por sócios-vitalícios, título que até o momento ninguém possui. Ou seja, somente 21 nomes podem ocupar as vagas, sendo que no momento estão aptos 14 conselheiros (confira os nomes no quadro).

Dos seis lugares remanescentes, cinco deverão ser preenchidos por: Alysson Souza (advogado), Alexandre Sala (advogado), Eduardo Nascimento (vereador), Daniel Alonso (prefeito), Márcio Spósito (chefe de gabinete) e Valdeci Fogaça (presidente da Emdurb). Todos são associados do clube desde fevereiro de 2019.

 

Candidatos a presidente – Dois nomes aparecem no momento como candidatos à presidência do MAC pelo próximos quatro anos (2021 a 2024): Alysson Souza, atual gestor do clube, e Eduardo Nascimento, que geriu a agremiação no ano passado. O primeiro revelou publicamente ontem (20), que irá participar do pleito.

“Sou candidato à presidência do Marília Atlético Clube e conta com o apoio dos conselheiros e da torcida, respeitando sempre aqueles que quiserem também participar da eleição. Recebi várias ligações de conselheiros, pedindo para eu abrir mão da minha candidatura para apoiar Daniel Alonso para o cargo. Se o prefeito for eu renuncio a minha candidatura, caso contrário serei sim candidato”, declarou.

Oficialmente, o vereador Eduardo Nascimento, eleito para quatro anos de mandato (2021-2024) na Câmara Municipal de Marília, ainda não declarou oficialmente que será candidato, mas muitas pessoas próximas a ele garantiram que irá concorrer ao cargo.

O presidente maqueano em exercício é o advogado Antônio Carlos Sojinha, que passou a gestão do futebol do clube nos últimos dois anos para o prefeito Daniel Alonso.