Pedestres e comerciantes reclamam de embalagens de marmita espalhadas pela Av. Brasil

Local próximo ao restaurante Bom Prato fica repleto de embalagens plásticas todos os dias

O grande número de embalagens de  marmitex e copos plásticos espalhados pela avenida Brasil, próximo ao restaurante Bom Prato, está provocando reclamações de  pedestres que circulam pelo local e comerciantes das ruas próximas.

A reportagem do Jornal da Manhã já publicou várias reportagens sobre a sujeira no local, que aumentou muito durante a pandemia da Covid-19. Todos os dias milhares de refeições são fornecidas no Restaurante Bom Prato e muitas embalagens acabam jogadas nas ruas e praças no entorno.

“Esse trecho da cidade está horrível. Com embalagens de marmita e copos espalhados pelo chão. Sacos de lixo lotados pela calçada e a rua tomada por andarilhos comendo no meio da rua, jogando tudo no chão. Será que a Prefeitura vai deixar essa sujeira desse jeito? Tem que limpar todos os dias”, disse a vendedora Maria Maura de Souza que passa todos os dias pela avenida Brasil para ir ao Terminal Urbano.

Em nota a Prefeitura de Marília,  através da secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, informou que “o Bom Prato não é responsável por onde o munícipe se alimenta, até porque, as pessoas que ali frequentam compram a sua própria marmita. Porém, está sendo feita uma campanha de conscientização, com frases, cartazes, folhetos, sobre a higiene pessoal e o descarte de lixo”.

A Secretaria de Limpeza Pública informou que foram adquiridas várias lixeiras e distribuídas no entorno do Bom Prato, porém as mesmas foram furtadas. A secretaria de Limpeza Pública reforça que vem realizando a limpeza do local com frequência, mas pede a colaboração da população, para que não jogue lixo em vias públicas. Estão sendo adquiridas novas lixeiras que serão distribuídas ao redor do restaurante Bom Prato.