Camarinha culpa derrota por divulgação de inelegibilidade

Abelardo Camarinha (Podemos) citou ainda grande abstenção de eleitores na periferia de Marília

Por Matheus Brito / Foto: Edio Junior

 

O candidato a prefeito Abelardo Camarinha (Podemos) admitiu a derrota nas eleições municipais antes mesmo do fechamento das urnas. Ele culpou a divulgação constante em várias mídias de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre sua inelegibilidade.

“Foi a vitória da mentira, da mídia e do dinheiro. Parte do Poder Judiciário também colaborou com o resultado, pois nunca me concedeu direito de respostas. Pesquisas apontava uma vantagem da minha candidatura de 16% e essa campanha sórdida alterou o rumo das eleições”, lamentou.

Camarinha também citou o alto índice de abstenção nas urnas. “Mais de 50% das pessoas da periferia deixaram de ir votar, pois ficaram receosos de me eleger e ter o voto nulo. Há 20 dias pensei em abrir mão da minha candidatura, pois senti que estava sendo massacrado pela mídia local e regional, mas fui convencido pelo meu grupo a me manter no pleito”, disse.

O candidato do Podemos ainda afirmou que a população mais humilde vai sofrer com o resultado das eleições em Marília. “O povo dos bairros vai ficar mais quatro anos sem nenhum investimento. A eleição foi vencida pelo grupo elitista que governa para três ou quatro coronéis do dinheiro”, finalizou.