Unimed destaca Marília como polo de medicina

Pandemia trouxe revalorização do exercício médico e reconhecimento à rede de Saúde da cidade

Fotos: Edio Junior

Este Dia do Médico (18 de outubro) está marcado pela pandemia de Covid-19. Na visão da Unimed Marília, se a crise na Saúde Mundial trouxe grandes desafios à assistência, também reapresentou a cidade como polo de medicina, com uma estrutura superior à da maioria dos municípios brasileiros. E revalorizou a classe médica, que enfrentava uma banalização profissional pelo excesso de escolas de Medicina no país.

“O aumento acelerado na demanda de pacientes, com um risco alto de mortalidade, fez da Covid-19 um marco desafiador para a assistência em Saúde. A Cooperativa Unimed atua nesse enfrentamento e foi a primeira a implantar o Tele-Covid, desde que houve o primeiro caso no estado de São Paulo”, mencionou o diretor presidente da Unimed Marília, o neurologista Ruy Okaji.

A linha 0800-2012500 não é só para beneficiários, estando disponível para toda população diante de sintomas suspeitos e para esclarecer dúvidas. A equipe disponível é composta de médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e assistentes sociais. O objetivo é evitar a sobrecarga dos serviços de saúde sem necessidade, reduzindo o risco de contaminação.  

Com um fluxo de dez mil pessoas por mês, o Prontomed dividiu a equipe e o espaço físico, montando duas unidades de Pronto-Atendimento para que os pacientes com sintomas respiratórios tenham uma estrutura distinta de assistência.

A Unimed Marília conta com 540 médicos cooperados e o presidente destacou a participação da cooperativa no polo de medicina do município. “Marília tem uma rede hospitalar dimensionada, duas escolas médicas reconhecidas e aproximadamente dois mil médicos ativos. Não vivenciamos a realidade de muitas cidades brasileiras no difícil enfrentamento à pandemia”.

No entanto, de acordo com Ruy Okaji, a valorização da estrutura de Saúde de Marília não deve ser confundida com afrouxamento dos cuidados preventivos. Ele alertou a população que o gráfico da Unimed quanto à pandemia apontava de estabilidade de casos no último mês, com ligeira queda, mas registrou aumento exponencial de demanda na última semana, indicando maior exposição ao Coronavírus pela população.

“Estamos em um momento muito difícil, nunca antes vivido por esta geração de médicos, pacientes e profissionais de saúde. Mas além da tristeza e dificuldades, há valorização e gratidão. E humanização dessa linha de frente, com muitas perdas também na classe médica”, disse o presidente da Unimed Marília.

Ruy Okaji observou que os médicos estavam vivendo uma banalização da profissão por conta da abertura excessiva de escolas médicas. “A pandemia trouxe uma revalorização da medicina e reforça a importância do nivelamento do ensino médico para a preservação da vida, que é uma das bandeiras da Unimed”.

Direito à Informação

O médico salientou o direito básico à informação e considerou que a Internet, mesmo com a propagação intencional ou não de inverdades, contribui com a autonomia dos pacientes. O que se reforça em tempos de pandemia. 

“Sempre incentivei meus pacientes a pesquisarem e buscarem informações na Internet, averiguando as fontes e esclarecendo as dúvidas nas consultas. A relação médico-paciente deve ser o mais clara possível”.

Médico da Família

Atendendo a essa necessidade de uma relação de confiança entre o paciente e o médico e de uma assistência integral, que respeite o indivíduo como um todo e responda aos seus anseios, a Unimed investe no Médico da Família.

Já existe um Núcleo de Atenção Primária à Saúde para os colaboradores da cooperativa e a Unimed vai implantar outros para o atendimentos dos beneficiados.

A proposta é que os beneficiados continuem contando com especialistas, mas tenham um médico da Família, que conheça todo seu prontuário. “Todo paciente precisa ter um médico de referência”, frisou OKaji.

E os Médicos da Família vão atuar também nos hospitais para que toda internação pela Unimed possa contar com esse profissional na articulação dos especialistas necessários.

Agradecimento

O presidente da Unimed Marília parabeniza a classe pelo Dia do Médico e agradece a todos os seus cooperados pelos últimos sete meses de pandemia, em que têm combatido a Covid-19, se doando e cuidando dos seus pacientes.