APM investe em ensino e valorização humana

Entidade muda de gestão a partir de 1º de novembro e planeja um próximo mandato na mesma linha, priorizando também a humanização dos médicos

 

Fotos: Divulgação

A APM Regional Marília (Associação Paulista de Medicina) muda de gestão a partir de 1º de novembro. Neste Dia do Médico (18 de outubro), a entidade comemora os avanços obtidos em estrutura e qualificação e planeja um próximo mandato na mesma linha, priorizando agora a humanização dos médicos. A pandemia tem influência nas propostas.

Foram seis anos de gestão tendo como presidente o cirurgião (Cabeça e Pescoço) José Raphael de Moura Campos Montoro. Agora ele vai ocupar a função de diretor científico e a presidência passa a ser do cardiologista Benito Garbelini Junior, que atuou ao lado de Montoro como vice-presidente em seus dois mandatos.

Antes disso, a pediatra Zilda Maria Tosta Ribeiro foi a presidente da APM Regional Marília e continua contribuindo com a gestão da APM nos próximos três anos como diretora cultural.

O corpo diretor mantém vários nomes e mais médicos vêm agregar à entidade. A continuidade no estilo de trabalho oportuniza a realização dos projetos em médio prazo, num processo linear de evolução da APM Regional Marília.

No entanto, com espaço aberto às flexibilizações de acordo com as novas demandas, como a pandemia de Covid, que coloca o médico no epicentro dessa crise mundial, com papel fundamental no enfrentamento à doença, mas também com sacrifícios de sua saúde física e emocional.

De acordo com José Raphael e Benito Garbelini, nos dois últimos mandatos da APM Marília houve importantes avanços de qualificação profissional e estrutura física da sede. No entanto, embora o projeto de capacitação continue demandando investimentos, surge a necessidade de humanização dos médicos.

“Os médicos assumiram uma presença marcante de forma tão global e intensa como há décadas não se via, e têm respondido à altura, sendo valorizados mundialmente. No entanto, estão exaustos, como os demais profissionais ligados à medicina, e precisarão do nosso reconhecimento por sua luta através de ações que os valorizem também como pessoas”, considerou o próximo presidente da APM Marília.

Benito Garbelini salientou que o momento é triste, mas que é preciso que todo grupo que atua na medicina lembre-se que, além de perdas, deve haver um sentimento de orgulho por tantas vidas que estão sendo salvas.

José Raphael Montoro considerou que os últimos seis anos de valorização do médico, com diversos eventos científicos, trazendo as inovações, contribuíram para o bom exercício da medicina em Marília e região. E recentemente a APM Marília conquistou o título de utilidade pública municipal por sua inserção na sociedade, através de variadas parcerias.

De acordo com o presidente atual e o próximo presidente, que assume a APM a partir de 1º de novembro, o caminho de capacitação médica continua, através de cursos de Pós-Graduação presenciais e no formato EaD (Educação à Distância). “Precisamos ajudar os profissionais a se capacitarem e se especializarem”, observou Montoro.

No entanto, simultaneamente ao ensino, a entidade vai investir em eventos sociais que contribuam para que os médicos tenham mais oportunidade de socialização, descontração e com os familiares.

“A classe tem um turnos muito longos, de 60 a 80 horas de trabalho por semana, considerando plantões e intercorrências. E o quadro de exaustão se agravou com a pandemia. Nossa proposta é agregar qualidade de vida, buscando ações que possam influenciar positivamente em seu equilíbrio e bem-estar”, considerou Garbelini.

“A APM é a nossa Casa”

A chapa única “A APM é a nossa Casa” foi eleita em agosto por votação presencial, atendendo aos cuidados de prevenção do Coronavírus. A composição da nova diretoria representa 254 médicos de Marília que são associados, além da classe como um todo.

Profissionais à frente da APM

Presidente: Benito Garbelini Junior                                                           

Vice-presidente: Emilio Cezar Mamede Murade

1º Secretário: Marília Pollon Pelissari

2º Secretário: Osmi Hamamoto

1º Tesoureiro: Wellerson de Aguiar Miranda

2º Tesoureiro: Eduardo Akuri

Diretor de Defesa Profissional: Ronaldo de Oliveira Junior

Diretor Cultural: Zilda Maria Tosta Ribeiro

Diretor Cientifico: José Raphael de Moura Campos Montoro

Diretor Social: Rosa Maria Batista Dantas

Diretor de Patrimônio: Luciano Junqueira Mellem

Diretor de Informática e Marketing: Juliana Pascon dos Santos

Diretor de Esporte e Lazer: Marcos Henrique Ferreira Laraya

Diretor de Serviços Gerais: Marcos Gradim Tiveron

Delegado: Fernando Piedade

Conselho Fiscal Efetivo: Adriana Porto Nunes Gazetta, Elza Adachi, Fábio Triglia, Kazue Kobari, Vivian Regina Affonso.

Conselho Fiscal Suplente: Amadeu Fernandes Filho, Érika Malheiros Bastos, Fausi Soares Machado, Maria Cristina de Mello Barboza da Silva, Renato Caretta Chambo.