Prova Pedestre Virtual teve a participação de 110 atletas

Cada atleta correu sozinho em qualquer localidade e enviou seu tempo para a organização

Por Jorge Luiz/foto: Divulgação

 

Depois de 24 anos, a Prova Pedestre “Dermânio da Silva Lima” voltou a ser realizada de forma virtual, na última segunda-feira (dia 12) e contou com a participação de 110 atletas na prova de 5 quilômetros. No masculino, o vencedor foi o carioca Samuel Amorim, com o tempo de 16 minutos e 19 segundos. O pódio foi completado por: Alex Cardoso (São Carlos) e Guilherme Ribeiro (Osasco).

No feminino, a campeã foi Edjam Birochi (19m43), de Rancharia, seguida de duas atletas de Marília: Daiane de Freitas Soares e Patrícia Bettio Gomar. Como se tratou de uma competição virtual, cada atleta monitorou seu tempo no percurso de 5 km e enviou para a organização. As premiações começam a ser entregues na próxima segunda-feira (dia 19) pelos Correios.

A corrida de rua “Dermânio da Silva Lima” é um dos eventos mais tradicionais de Marília. Sua última edição aconteceu em 1996. O nome da competição é uma homenagem a um mariliense que foi ícone neste esporte entre as décadas de 30 e 50. Ele era piloto de avião comercial e morreu em um acidente aéreo no Campo de Marte, em São Paulo, no dia 19 de abril de 1959.

Dermânio foi corredor de provas de meio fundo e de fundo, e sua maior especialidade era a disputa dos 3 mil metros, em que acabou ficando em 3º lugar no ranking brasileiro, com o tempo de nove minutos e seis segundos, em 1946.

“Espero o ano que vem, com o fim dessa pandemia, voltar a realizar essa prova tão tradicional nas ruas de Marília, como aconteceu até a década de 90”, destacou Dermânio Ribeiro, sobrinho do homenageado.