Cinemas reabrem em São Paulo

Desde o último dia 10, os cinemas da cidade de São Paulo já podiam voltar a funcionar, mas a maioria das salas da capital reabriram ontem, aumentando para mais de 50 cidades com salas abertas no Brasil.

Desde o último dia 10, os cinemas da cidade de São Paulo já podiam voltar a funcionar, mas a maioria das salas da capital reabriram ontem, aumentando para mais de 50 cidades com salas abertas no Brasil.

Além de São Paulo, as capitais que reabriram são Manaus (AM), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Vitória (ES), Campo Grande (MS), Belém (PA), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ).

Outras receberam permissão nesta semana, como Macapá (AP) e Cuiabá (MT). E algumas ainda ensaiam a volta, com a publicação de protocolos de segurança, mas sem data estabelecida, como Maceió (AL), Belo Horizonte (MG) e Aracaju (SE).

Cada cidade estabelece protocolos de segurança específicos para os cinemas. Mas de modo geral, entre as principais mudanças, estão:

Intervalo maior entre as sessões para higienização de todas as poltronas;

Redução da capacidade das salas, com poltronas bloqueadas;

Uso obrigatório de máscara para funcionários e para o público;

Medição diária da temperatura dos funcionários;

Aumento das equipes de limpeza;

Sistema de purificação do ar-condicionado.

Além da segurança, outra questão delicada na reabertura dos cinemas é a falta de grandes lançamentos. Por enquanto, os estabelecimentos têm apostado em longas que estrearam no começo do ano, festivais temáticos ou filmes menores que tiveram estreia adiada durante o isolamento.