Fisiculturista de Garça classifica o Brasil para Mister Olympia após 32 anos

Rafael Brandão terminou em 3º lugar em competição realizada na Espanha

Da Assessoria

 

Principal nome do fisiculturismo brasileiro na atualidade, o garcense Rafael Brandão fez história ao recolocar o Brasil na disputa da categoria Open do Mister Olympia, após 32 anos de espera. Com apenas 26 anos, atleta conseguiu a vaga no último domingo (dia 11), em Alicante, na Espanha, competindo no Europa Pro, da IFBB.

Para conseguir o feito histórico, Rafael conquistou o terceiro lugar do campeonato profissional. Além da classificação, ele também ganhou um cheque no valor de 3 mil dólares (R$ 16,6 mil na cotação atual). Representando o Brasil e a marca de suplementos Darkness, do grupo Integralmédica, ele irá competir na categoria Men's Open Bodybulding. A categoria engloba os maiores fisiculturistas do mundo, por não ter limite de peso.

O Olympia acontece em Las Vegas, no dia 17 de dezembro. A última vez que o país teve um representante na categoria dos pesos pesados no Olympia – “a Copa do Mundo do fisiculturismo” – foi em 1988, quando Luiz Otávio de Freitas competiu em Las Vegas. O atleta até hoje é considerado uma lenda do fisiculturismo nacional e uma referência para os atletas da nova geração.

"A realização de um sonho. Foram 7 anos trabalhando por esse momento, eu sabia que seria difícil, mas nunca passou pela minha cabeça em desistir. Principalmente, com as pessoas que tenho ao meu lado, pois eu sei que posso ir mais longe ainda. 11 de outubro de 2020 vai ficar marcado na minha vida e na história do bodybuilding Brasileiro", postou Brandão em seu Instagram, após a classificação.

 

Visibilidade – Conquistando a vaga, Rafael Brandão subirá no palco mais famoso do fisiculturismo mundial. Espaço que consagrou nomes como Arnold Schwarzenegger e Ronnie Coleman, dois dos multicampeões do evento, que ocorre anualmente em Las Vegas, nos Estados Unidos.