Emdurb notifica AMTU para que empresas cumpram medidas ou serão multadas

Usuários reclamam da superlotação de ônibus em linhas de várias regiões da cidade

Por Izabel Dias 

 A Emdurb  (Empresa de Mobilidade Urbana de Marília) notificou a AMTU (Associação Mariliese de Transporte Urbano) para que as empresas de ônibus se adequem às medidas de segurança aos usuários para evitar aglomerações, ou serão multadas.

Nas últimas semanas usuários do transporte público de Marília vem reclamando da lotação dos veículos em linhas em diferentes regiões da cidade, contrariando o que determinam as medidas de distanciamento  adotadas durante a pandemia.

As linhas que atendem os bairros Parque das Nações e Santa Antonieta estão constantemente lotadas. Com Marília na fase amarela do Plano São Paulo o comércio passou a funcionar por oito horas e mais estabelecimentos estão abertos e com isso há um número maior de trabalhadores utilizando o transporte. As empresas porém continuam com a frota reduzida e os usuários afirmam que há linhas que chegam a esperar três horas pelo ônibus.

O diretor presidente da Emdurb, Valdeci Fogaça, disse que as empresas foram notificadas através da AMTU para que se adequem às normas para oferecer segurança aos usuários durante  a pandemia. “Cobramos que sejam colocadas mais linhas de ônibus para evitar aglomerações e que as empresas façam a higienização dos veículos a cada viagem”, disse.

Valdeci Fogaça afirma foi solicitada a elaboração de um relatório pelas empresas das medidas que estão sendo tomadas. A Emdurb realizou fiscalização no Terminal Urbano nos períodos da manhã e da tarde e foi constatado que as empresas não estão adotando medidas de segurança que garantam o distanciamento mínimo dos usuários.

Se as empresas não cumprirem as medidas de prevenção ao coronavírus impostas por decreto, elas serão autuadas e multadas. “Equipes da Emdurb estarão fiscalizando  dentro dos veículos e farão relatórios das condições do transporte. É preciso entender que estamos numa situação de pandemia e temos que tomar medidas que garantam a segurança da população no transporte público. Se as empresas não cumprirem serão multadas”, disse o presidente da Emdurb.