Peugeot lança nova geração do 208 no Brasil

A Peugeot apresentou na última terça-feira (8) o novo 208 ao Brasil. Depois de um atraso de quatro meses causado pela pandemia do coronavírus, o compacto enfim chega às lojas brasileiras.

A Peugeot apresentou na última terça-feira (8) o novo 208 ao Brasil. Depois de um atraso de quatro meses causado pela pandemia do coronavírus, o compacto enfim chega às lojas brasileiras.

O modelo será vendido no país, ao menos inicialmente, em duas configurações mecânicas e cinco versões diferentes, as principais delas importadas da Argentina, utilizando o mesmo motor 1.6 flex da geração anterior, com até 118 cavalos de potência e 15,5 kgfm de torque, sempre com câmbio automático de 6 marchas.

Já a topo de linha e esportiva e-GT vem ao Brasil diretamente da Eslováquia com motorização 100% elétrica. São 136 cv de potência e 26,5 kgfm de torque, que garantem uma aceleração de 0 a 100 km/h, segundo a Peugeot, em 8,1 segundos.

Por enquanto está descartada a produção de qualquer versão do novo 208 no Brasil. Na Argentina, o modelo terá uma configuração com motor 1.2 turbo a partir de 2021, importada da Europa. Ainda não se sabe se os planos são os mesmos para o mercado brasileiro.

Apesar das diferentes nacionalidades, a aparência do hatch é idêntica ao do europeu. Na dianteira, todas as versões serão marcadas pela barra de LEDs no para-choque, enquanto a traseira tem as lanternas interligadas por uma faixa preta. Só a versão elétrica tem iluminação em LED nas lanternas, assim como os arcos de rodas pintados de preto brilhante.

O porta-malas promete ser o destaque do 208, que é o maior entre seus principais concorrentes: são 311 litros (contra 285 da geração anterior). O trio Argo, Polo e HB20 têm 300 litros, enquanto o Yaris tem 310.