Porteiros recebem treinamento sobre a segurança nos hospitais

Capacitação foi presencial, mas respeitou as recomendações de prevenção à Covid-19

Foto: Divulgação

O Núcleo de Zeladoria e Segurança do HC/Famema desenvolveu um programa de aperfeiçoamento para todos os porteiros da instituição. O tópico central foi a melhoria na segurança institucional, em razão da Covid-19. Esses trabalhadores atuam nas portarias de acesso das cinco unidades de saúde do complexo.

A capacitação foi realizada na semana passada, quinta e sexta-feira (dias 6 e 7 de agosto) e definiu ações de precaução frente à pandemia para todas as entradas das unidades prediais do HC/Famema.

A autarquia de saúde da Faculdade de Medicina de Marília engloba o HC I (Hospital das Clínicas), o HC II (HMI - Hospital Materno Infantil) o HC III (Hospital São Francisco), o Hemocentro e o NGA (Núcleo de Gestão Assistencial), que envolve CAPS-AD (Centro de Atenção Psicossocial e Proiid (Programa de Internação Domiciliar).

A diretora da Gerência de Hotelaria e Transporte do Departamento de Infraestrutura e Logística do HC/Famema, Camila Vasconcellos, disse que a finalidade do programa foi aprimorar a qualidade do serviço prestado aos pacientes e colaboradores.

“Debatemos questões como a melhoria do controle de segurança institucional, frente à pandemia. Além do redimensionamento das portarias da unidade assistencial do HC I, que possuem quatro locais de acesso”, declarou a diretora.

A elaboração do treinamento envolveu também o chefe do Núcleo de Zeladoria, Marcos Correia da Silva, e o diretor do Departamento de Infraestrutura e Logística, Márcio Freitas.