Olimpíadas: Com recorde de novos casos, Tóquio cogita acionar estado de emergência

Governadora Yuriko Koike: “Precisamos fazer tudo o possível para evitar esse cenário de novos casos”

Faltando menos de um ano para os Jogos Olímpicos, marcados para o dia 23 de julho, Tóquio bateu o recorde ontem, de novos casos do novo coronavírus: 472. Segundo o Japan Times, a governadora Yuriko Koike disse que pode acionar novamente o estado de emergência na cidade nos próximos dias.

“Tóquio está chegando no ponto em que um estado de emergência pode se tornar a melhor maneira de responder aos novos casos. Precisamos fazer tudo o possível para evitar esse cenário de novos casos”, disse Koike. A governadora anunciou também os preparativos para a inauguração do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, que devem começar a funcionar já em agosto.

Mais de onze mil atletas, além de outros sete mil membros de comissões técnicas, são esperados para os Jogos Olímpicos do ano que vem. Havia, antes da pandemia, a expectativa de receber centenas de milhares de turistas estrangeiros. No momento, porém, Tóquio registra um aumento considerável no número de novas infecções nos últimos dias e ainda há uma grande questão sobre como serão realizadas as Olimpíadas.