Morre professora Maura Flaitt Sanches

Professora formou mais de 30 mil alunos. Na quinta-feira ela se despediu de esposo, filhos, netos e bisnetos, além de muitos amigos

 

Foto: Divulgação

Foi sepultada ontem (31) a professora Maura Apparecida Flaitt Sanches, aos 83 anos de idade. Ao longo de 35 anos de serviços prestados à Educação, ela formou mais de 30 mil alunos e desde 2005 era revisora da revista D Marília. Ela faleceu na quinta-feira (30).

Nascida em Bocaina (SP) em 27 de abril de 1937, “Dona Maura” formou-se no curso superior de Letras Vernáculas pela Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC), atual campus da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Marília.

Ela se mudou para Marília em 1954 e, entre 1957 e 1988, lecionou no Colégio Sagrado Coração de Jesus, no Serviço Nacional do Comércio (Senac) e nas escolas estaduais Monsenhor Bicudo, Baltazar de Godoy Moreira, Waldemar Muniz da Rocha Barros e Amílcare Mattei.

Em 2019, a professora foi homenageada com o título de cidadã mariliense, outorgado pela Câmara Municipal de Marília através do vereador Wilson Damasceno. 

Nessa quinta-feira de manhã “Dona Maura” faleceu, deixando seu companheiro de seis décadas, Antonio Sanches Martins, o “Sanchão” e seus três filhos: a professora de Enfermagem, Magda Cristina; o médico Marcelo Antônio e o jornalista Marcos Flaitt.

Além das noras Renata e Marly e do genro Fernando Piovesana. A professora deixou ainda seis netos (Bruna, Fernandinho, Gabriel, Tiago, Caue e Ivy) e duas bisnetas, Isadora e Isis.

Além de netos em conjunto como Felipe, Patrícia, Marcos, Miki e Bianca. E centenas de amigos do Movimento Focolares e Lions Amigos Sem Fronteiras.

“Antecipadamente agradecemos aos amigos e familiares pelo carinho, incluindo os médicos Carlos Capi, Leonardo Parr e Tânia Novaretti, além de toda equipe e home care da Unimed Marília”, mencionou a família de Maura Apparecida Flaitt Sanches, sepultada na tarde de ontem no Cemitério da Saudade.