MAC: Situação de centroavante vai ser definida na segunda-feira

Diretoria quer que Alison Mira venha por empréstimo até o final da Série A-3

Por Jorge Luiz/foto: Divulgação

O imbróglio envolvendo o centroavante Alison Mira, que tinha um pré-contrato assinado com o Marília Atlético Clube (MAC), será resolvido na próxima segunda-feira (dia 13), garantiu o Manaus FC, time com quem o atleta fechou contrato de dois anos. Em contato com a reportagem JM, a assessoria de imprensa da equipe do Amazonas, afirmou que tudo será definido na data da reapresentação.

“O Alison se apresenta ao Manaus FC na segunda-feira (13), e neste dia o clube vai conversar com ele sobre essa situação. E só depois da conversa é que vamos nos manifestar sobre o assunto”, enviou em nota à assessoria do Manaus.

Durante a semana, o diretor executivo do Marília, Vagner Silva, já considerava difícil contar com o atleta para a sequência do Campeonato Paulista da Série A-3 e não descartou ir atrás de um ‘plano B’ para o ataque.

No Novo Hamburgo, Alison Mira marcou um gol em nove jogos. O centroavante começou a carreira no São Caetano em 2014 e teve passagens por: Shonan Bellmare-JAP (2015), Atlético-GO (campeão Brasileiro da Série B 2016), Náutico-PE, Mirassol e Sampaio Corrêa-MA. No ano passado, defendeu o Votuporanguense e o Atlético Tubarão-SC.

 

Entenda o caso – O centroavante Alison Mira, de 24 anos, defendeu o Novo Hamburgo-RS no Gauchão até a paralisação pela pandemia. A diretoria do Alviceleste o procurou e o fez assinar um pré-contrato para a disputa da Série A-3, que segue ainda sem data para reiniciar. Semanas depois apareceu o Manaus interessado no atleta e com uma proposta de contrato de dois anos.

Em conversas com o clube do Amazonas, o Marília concordou em rescindir o pré-contrato com Alison Mira, com a promessa de que o atacante seria emprestado até o final da Série A-3. O jogador então assinou contrato de duas temporadas com o clube do Norte do País e seu nome apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, no dia 15 de junho.

O problema agora é que quando o acordo entre MAC e Manaus foi realizado, se imaginava que o Paulista da Série A-3 tivesse início antes do Brasileiro da Série C, em que o time do Amazonas irá participar. Se o Alviceleste chegar até a final do estadual, a competição terá duração de no máximo 45 dias. Caso não passe da 1ª fase, serão apenas quatro jogos em prováveis duas semanas.

 

Coletiva de imprensa – Na próxima terça-feira (dia 14), o MAC irá realizar uma coletiva de imprensa no estádio Bento de Abreu, para divulgar os atletas contratados e falar sobre o planejamento para a volta da Série A-3. O clube aguarda nos próximos dias o sinal de positivo da FPF para a volta aos treinos. Já que na última quarta-feira (8), enviou ofício para a entidade, pedindo autorização.

O Alviceleste está neste momento com 21 atletas acertados para a continuidade da Série A-3. São dez remanescentes: os goleiros Thiago Moraes, Igor Castro e Felipe Mosquete; o lateral-esquerdo Edu Pina, os volantes Fabrício e Levi; o meia-atacante Kelvy e os atacantes Wellington, Lucas Formiga e Gustavo Nescau, que faz parte da ‘Lista B’, ou seja, não ocupa vaga na listagem principal de 26 nomes permitidas a cada clube.

Dos 11 reforços, seis já tiveram suas identidades reveladas: lateral-direito Everaldo Potiguar (PSTC-PR), zagueiro Moisés Lucas (Novo Hamburgo-RS), volantes Léo Couto (PSCT-PR) e Junior Santos (Macaé-RJ); meia Mossoró (Novo Hamburgo-RS) e centroavante Alison Mira (Novo Hamburgo-RS).

A diretoria ainda negocia com o zagueiro Caio César, de 30 anos, que defendeu o Boa Esporte na 1ª Divisão do Campeonato Mineiro. O atleta já acertou as bases salariais, mas ainda não houve acordo sobre a moradia de sua família. O defensor tem no currículo dois acessos na Série A-3: Votuporanguense (2015) e Rio Preto (2016).

O Marília está na penúltima posição (15º lugar), com 11 pontos e dentro da zona do rebaixamento. Entretanto, o time está somente a três pontos do Desportivo Brasil (8º colocado), última agremiação dentro do G-8 (zona de classificação).