Operadoras de saúde atendem determinação da ANS

ANS incluiu o teste sorológico na cobertura de todas as operadoras de planos de saúde

 

Foto: Divulgação

Com a inclusão do teste sorológico para o Coronavírus na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde, as operadoras de Marília estão incluídas na determinação. O Grupo São Francisco/Sistema Hapvida já informou que disponibiliza o procedimento. E a Cooperativa Unimed também organizou seus protocolos de atendimento em função da novidade.

O Sistema Hapvida observou que segue a determinação, disponibilizando o teste sorológico de Covid-19 para os pacientes conveniados sintomáticos que busquem os serviços de urgência e emergência, se encaixando nas diretrizes determinadas pela agência reguladora.

A decisão passou a valer na segunda-feira (29). Os exames sorológicos - pesquisa de anticorpos IgA, IgG ou IgM (com Diretriz de Utilização) detectam a presença de anticorpos produzidos pelo organismo após exposição ao vírus. 

De acordo com a Abramge (Associação Brasileira de Planos de Saúde), o procedimento passa a ser de cobertura obrigatória para os planos de saúde nas segmentações ambulatorial, hospitalar (com ou sem obstetrícia) e referência, nos casos em que o paciente apresente ou tenha apresentado determinados quadros clínicos.

Os quadros descritos pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) para a cobertura do teste sorológico de Covid-19 são de síndrome gripal e de síndrome respiratória aguda grave.

A síndrome gripal compreende quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.

Já a síndrome respiratória aguda grave inclui desconforto respiratório, que pode se dar por dificuldade para respirar ou pressão persistente no tórax ou coloração azulada dos lábios ou rosto ou, ainda, por saturação de oxigênio menor do que 95%.

O exame é feito com o uso de amostras de sangue, soro ou plasma. Como a produção de anticorpos no organismo só ocorre depois de um período mínimo após a exposição ao vírus, esse tipo de teste é indicado a partir do oitavo dia de início dos sintomas.  

A inclusão desse teste no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde atende decisão judicial relativa à Ação Civil Pública nº 0810140-15.2020.4.05.8300. O Grupo São Francisco/Sistema Hapvida, que opera em Marília, informou que já adota medidas diárias de combate à Covid-19 e segue todas as diretrizes da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

“É importante ressaltar que esta recente decisão, que tornou obrigatório o teste para Covid-19 pelos planos de saúde, refere-se a mais um teste que foi liberado pela Agência, sendo que as operadoras do Grupo já ofertavam o serviço de testagem para seus clientes”, ressaltou o Grupo São Francisco em Marília.

Para a Unimed Marília a adequação à nova determinação da ANS também foi uma das suas frentes de trabalhos ontem (30). E nesta quarta-feira a direção vai abordar o assunto com o Jornal da Manhã. Além de ter canais de comunicação direta com seus beneficiários. É o caso do seu site, com uma página exclusiva para os esclarecimentos acerca da pandemia de Covid-19: www.unimed.coop.br/web/marilia/corona.