Marília contabiliza estragos após tempestade com ventos de mais de 65 quilômetros

Até o final da manhã Corpo de Bombeiros havia registrado 25 quedas de árvores, além de fios energizados, destelhamento e alagamento

Por Matheus Brito / Foto: Edio Junior

A forte tempestade que atingiu Marília na madrugada de sábado (27) deixou estragos por todas as regiões da cidade. O vento com mais de 65 quilômetros causou pelos menos 30 quedas de árvores e falta de energia elétrica.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, várias solicitações foram feitas durante a madrugada. Até o final da manhã haviam sido registradas 25 quedas de árvores, três quedas de fios energizados, um destelhamento e uma inundação. Apesar dos estragos, não houve vítimas em nenhuma das ocorrências.

Uma das árvores que são suportaram a força do vento caiu sobre uma residência na rua Jupira Souto, no bairro Argolo Ferrão, na zona Oeste de Marília.

Outra árvore também tombou no estacionamento de um supermercado na avenida Tiradentes, no Fragata, interditando parcialmente o local destinado aos clientes.

Já no Jardim Renata, na zona Norte, equipe de Bombeiros removeu uma família de residência na rua Álvaro dos Santos. O imóvel foi danificado pela tempestade e há risco de desabamento.

A chuva também causou estragos na estrada vicinal que liga Marília ao distrito de Avencas. Várias pedras se desprenderam no trecho de serra e ficaram sob a pista. Equipe do Corpo de Bombeiros também atuou para a remoção.

A tempestade também causou interrupção do fornecimento de energia elétrica por várias regiões de Marília. Equipe de reportagem do Jornal da Manhã flagrou semáforos desligados e várias lojas da região central sem luz.

Contato foi mantido com a assessoria de imprensa da CPFL, mas até o fechamento desta edição não houve retorno.