Número de pessoas presas cai 53,5% em Marília

Polícias Militar e Civil prenderam 72 pessoas no mês de maio na cidade

Por Matheus Brito / Foto: Arquivo JM

Os números da criminalidade do mês de maio divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo também indicam queda na produtividade policial em Marília em comparativo com o mesmo período do ano passado, que não foi afetado pela pandemia do novo Coronavírus. As prisões efetuadas pela polícia tiveram retração de 53,5%. Ao todo foram 155 detidos contra 72 no mesmo período de 2019.

Os dados do governo paulista apontam ainda para diminuição de 73,7% das pessoas presas por mandato e de 23% por flagrante. Foram 26 detidos por ordem judicial contra 99 no ano passado, e 50 surpreendido cometendo algum tipo de crime contra 65 em 2019.

Também houve queda de 73,7% na apreensão de menores de idade infratores. Foram quatro flagrantes por algum tipo de delito contra 15 em maio do ano passado.

Os números ainda apontam uma diminuição de 75% nas apreensões de armas de fogo. O mês de maio contabilizou apenas uma contra quatro em 2019. Já os veículos recuperados reduziram 61,5%. No mês de maio foram “apenas” cinco contra 13 no ano passado.

A Polícia Civil também teve diminuição de 40,7% nos inquéritos policiais lavrados. Foram 163 em maio contra 275 em 2019, mês com maior número de registros no ano passado.

Ainda houve queda de 17,8% nos flagrantes lavados no período. Os dados apontam 46 ocorrências em maio contra 56 no mesmo período do ano passado.