Marília registra queda de delitos no mês de maio

Casos de estupros tiveram redução de 85,7% em comparativo com o mesmo período do ano passado

Por Matheus Brito

As regras de isolamento social devido a pandemia do novo Coronavírus têm implicado na redução da criminalidade em Marília. O mês de maio contabilizou queda nos principais delitos. Houve retração em estupros, roubos, furtos e flagrantes por tráfico de entorpecentes, além nenhum registro de homicídio.

Segundo os números da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, os crimes de violência contra a mulher tiveram queda de 85,7%. Nos 31 dias do quinto mês do ano, apenas um caso de estupro foi registrado contra sete no ano passado.

O delito de roubo também apresentou diminuição de 43,7% em maio. A polícia contabilizou nove ocorrências de assalto no período contra 16 em 2019.

O furto foi mais um crime que apresentou diminuição. Ao todo foram 139 ocorrências contra 192 no mesmo período do ano passado, uma queda de 27,6%.

A produtividade policial também foi afetada durante o mês de maio. A polícia registrou 41,8% menos de flagrantes por tráfico de entorpecentes em Marília. Foram 25 casos no período contra 43 em meio de 2019.

Já as mortes em acidente de trânsito se mantiveram estáveis no quinto mês do ano. Os números do governo paulista contabilizaram dois óbitos em colisões no perímetro urbano e rodovias de Marília. Os dados são iguais ao do ano passado.

Assim como no ano passado, o mês de maio não registrou nenhum crime de homicídio na cidade. Em contrapartida, os casos de tentativa de assassinato cresceram 100% com uma ocorrência contabilizada em maio.