Marília tem aumento gradativo de Covid e registra 21 leitos ocupados

Hospital Universitário está com 12 pacientes internados por suspeita ou confirmação de Coronavírus

 

Foto: Arquivo JM

Marília tem 21 leitos ocupados por Covid-19, segundo os últimos boletins hospitalares dessa terça-feira (2 de junho). Desse total, 15 pacientes são moradores locais, a maioria ainda suspeita de ter a doença por conta de sintomas respiratórios, mas ocupando a ala de segurança para conter a transmissão. Cidade tem 97 casos confirmados.

O Hospital Beneficente Unimar tinha oito pacientes com perfil de sintomas respiratórios internados até segunda-feira, número que aumentou para 12 nessa terça, com apenas um caso confirmado de Coronavírus entre eles. Os demais aguardam resultado de análise.

A Santa Casa de Misericórdia continua com quatro pessoas internadas (sem informação distinta de suspeita, confirmação ou cidade de origem). E o Hospital das Clínicas tem cinco pacientes, um confirmado de Covid-19 e quatro suspeitos. Sendo um de Marília, e os demais de Palmital, Julio Mesquita, Pompeia e Ubirajara.

A taxa de ocupação ainda está baixa, em 14%, mas o Município alerta para a importância de segurar a transmissão da doença, mantendo as ações de controle, mesmo com o comércio aberto.

Sobre o primeiro dia de flexibilização (nessa segunda, 1º de junho), o prefeito Daniel Alonso disse que viu com muita preocupação as ruas cheias nesse dia 1º.

Ele frisou que as pessoas só devem ir ao centro de Marília em caso de extrema necessidade e usando máscaras. “Em caso de exagero e aglomerações desnecessárias, a flexibilização será revista e tudo pode fechar novamente, principalmente se os números de casos do Coronavírus aumentarem”.

Dos 21 pacientes em hospitais locais, 15 são de Marília

Marília é referência regional em saúde, atendendo 62 municípios através dos seus hospitais. Dos 21 leitos ocupados por confirmação ou suspeita de Covid-19 em Marília, 15 são de pacientes que moram na cidade.

Na soma, as três instituições hospitalares disponibilizam 146 leitos para pacientes com suspeita ou confirmação de Coronavírus (separados em função do alto risco de contágio). Desses leitos, 42 são de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 104 são clínicos.

Risco de transmissão sobe com aumento de casos

Os casos confirmados em Marília subiram para 97, com um único óbito em março e um paciente internado no momento (as outras 14 pessoas da cidade internadas ainda são suspeitas).

Entre os casos confirmados, 36 pacientes sararam, mas 60 ainda transmitem a doença, estando um hospitalizado e 59 em casa, devendo cumprir o isolamento domiciliar.

O risco é que outras pessoas em contato com pacientes confirmados ou suspeitos (que são 75 em Marília agora) também podem ter contraído o vírus, mesmo não sabendo (ou ainda não sabendo). Daí ser fundamental evitar a circulação nas ruas e comércio e só fazê-lo com as normas de proteção.  

“Não podemos jamais perder o controle sanitário que conquistamos desde o início da pandemia”, disse o chefe do Executivo. As equipes de fiscalização do Município irão intensificar as abordagens nas lojas, conscientizando empresários e clientes sobre o cumprimento de todas as orientações sanitárias.