“O Artista”, do escritor Mário Milani, é aprovado pela Secretaria Especial da Cultura

O escritor Mário Milani embarcou num projeto ambicioso: oferecer as portas do mundo - dentre elas, o teatro - aos sonhadores, os ambiciosos, os vencedores, os inovadores.

O escritor Mário Milani embarcou num projeto ambicioso: oferecer as portas do mundo - dentre elas, o teatro - aos sonhadores, os ambiciosos, os vencedores, os inovadores.

Segundo o autor, “a arte é como um vinho que espera a oportunidade de ser aberto, ela é como as palavras de um livro, que estimulam partes dos cérebros de seus leitores e são como vozes para os literatos.”

Os muros não pertencem ao teatro, pois ele é da humanidade, assim como uma peça de teatro é como os ovos, os quais precisam ser quebrados, para que sintamos seu sabor e sua sutileza.

O autor é da época da máquina de escrever, dos mimeógrafos, das impressoras minerva tipográfica e reflete sobre o atual momento, dizendo que “apesar de as coisas terem evoluído muito no segmento do software digital, há um detalhe a observar: no meio desse rodamoinho, o vento e a arte continuam os mesmos, ou seja, são esses movimentos que fazem as pessoas evoluírem.” 

Milani, nos tempos atuais, é um empresário muito importante no mundo digital, no gerenciamento de bilhetagem e de impressão, de mídias sociais e de produções musicais e literárias.

O projeto aprovado na Lei Rouanet vem consolidar um sonho: o de levar cultura a diversas classes sociais.

A proposta, cujo título é “O Artista”, visa a conectar a literatura e a arte ao mundo empresarial em um momento “no qual a sociedade está obcecada em seu desenvolvimento profissional e artístico.”

A extração de partes de capítulos do livro que está sendo preparado por Mário Milani caiu como uma luva no projeto “O Artista” e veio a calhar no momento em que os projetos culturais constituem a “menina dos olhos” dos governantes.

Com uma grande distribuição por categorias e com rígido critério, o governo federal vem dando oportunidade para artistas começarem a se difundir com pequenos projetos, a fim de articular suas ideais a projetos maiores, o que tem causado entusiasmo na classe artística.

O projeto “O Artista”, contemplado com R$ 200 mil, proporciona dedicação e esperança ao grupo selecionado, o qual recebeu a notícia de forma inspirada, entendendo a oportunidade como alavanca rumo ao sucesso.

Um dos principais meios de distribuir peças teatrais, bem como livros é a apresentação gratuita. Os espectadores e leitores formam a famosa e eficaz publicidade “boca a boca”, divulgando para familiares, amigos e vizinhos, visto que são os interlocutores do que assistiram no teatro e do que leram.

Assim começam os burburinhos, as indicações, o compartilhamento nas redes sociais. E o fato de o critério de seleção do governo federal ser muito rigoroso traz confiança ao público.

 Em tempos de internet, a informação criou certa explosão de criatividade artística, resultou em um nível de atração e excelência sem paralelo no mundo encantado da arte, da poesia, do drama, da música, do teatro.

O estimulo ao livre pensar possibilita um estado de coisas atrativas, traz para a sociedade de artistas o valor e a dignidade dos conceitos em que a figura humana se destaca como o principal elemento de ordem, clareza, equilíbrio.

Baseado nas obras do autor, que retrata o dia a dia de seus prazeres de ver e viver a vida, nas coisas que aparentemente são simples, mas relevantes, na predileção pelo realismo artístico, pelos espetáculos constantemente renovados nos trajetos intensos, em vias públicas - como o sanfoneiro solitário na Avenida Paulista tocando para as pessoas que passam apressadamente -, Benjamim age diferente.

Além de pedir uma música, fotografar o artista e presenteá-lo com uma bela gorjeta, segue em frente com a alma leve do dever cumprido.

Para o artista, a vida, em si, é considerada um espetáculo sempre de ilusão e verdadeiro, por isso Benjamim “O Artista” constitui narrativa de boa qualidade, com o único objetivo de tornar hábitos o teatro e a literatura em todas as classes sociais.