Casos de dengue subiram para 1.120 nessa semana

Mais 15 exames deram positivos. Há 371 pessoas aguardando resultado de análise

 

Foto: Arquivo JM

Os casos de dengue subiram para 1.120 nessa semana com mais 15 exames positivos. Há ainda 371 pessoas aguardando resultado de análise laboratorial. A Secretaria Municipal da Saúde segue com as ações de combate e conta com a população.

A Saúde Municipal já alertou para a transmissão em várias áreas da cidade, mesmo diante das quedas na temperatura e baixa incidência de chuvas, condições que desfavorecem a reprodução do mosquito Aedes aegypti.

“As visitas domiciliares continuam sendo realizadas pelos agentes de saúde lotados em todas as áreas de abrangência das Unidades de Saúde”, informou o veterinário do setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde, Lupércio Garrido, na última semana.

Esse trabalho de campo é para identificação de fatores de risco, eliminação e tratamento focal de criadouros, assim como orientação à população. E a nebulização de inseticida também continua com intervenção casa a casa. No entanto, essa ação é complementar, reservada criteriosamente às áreas em que se confirmam casos.

O melhor combate à dengue é a eliminação de criadouros para impedir o ciclo de reprodução do Aedes aegpti, mosquito da dengue, que gira em torno de uma semana, sendo muito rápido.

Cuidados

A orientação é para manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água; lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água; trocar a água dos Pets, lavar a vasilha; remover galhos e folhas de calhas; e não deixar água acumulada sobre a laje.

Também é fundamental encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana; e trocar a água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana.

Além disso, o Município alerta que é preciso colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; e acondicionar pneus em locais cobertos.

Piscinas precisam de manutenção frequente. E é necessário tampar ralos; colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento; e não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas.

Por fim, a orientação é para tampar vasos sanitários, limpar sempre a bandeja do ar condicionado; e cobrir materiais de construção com lonas esticadas para não acumular água.