Sitiante é multado em R$ 17,5 mil por manter pássaros em cativeiro e em maus tratos

Policiais militares ambientais apreenderam cinco pássaros da espécie "Papa Capim" e "Inhapim"

Por Matheus Brito / Fotos: Divulgação

Um sitiante, identidade não revelada, foi multado em R$ 17,5 mil após ser flagrado por policiais militares ambientais mantendo cinco pássaros silvestres em cativeiro e em situação de maus tratos na sexta-feira (20) numa propriedade rural em Marília.

De acordo com informações da Polícia Militar Ambiental, durante patrulhamento preventivo num sítio, os policiais flagraram nos fundos de um imóvel em construção aves silvestres mantidas em cativeiros em gaiolas, em situação de maus tratos e sem autorização de órgão competente.

A ação apreendeu quatro pássaros da espécie “Papa Campim” e outra da “Inhapim”.

O morador recebeu duas autuações por maus tratos (R$ 15 mil) e por manter espécie silvestre em cativeiro (R$ 2,5 mil).