Hemocentro incentiva doação no carnaval para driblar falta de doadores

O Departamento de Atenção à Saúde em Hemoterapia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília – HCFamema ou Hemocentro de Marília está em estado de alerta de desabastecimento, colocando em risco o fornecimento de sangue para toda a rede hospitalar da região, que atende dois milhões de habitantes. Com estoque de sete dos oito tipos sanguíneos abaixo do ideal, três deles abaixo de 50% e um inclusive, zerado, pacientes já correm risco de cancelamento de cirurgias eletivas e até emergenciais.

“Até o final de semana passado o problema era mais grave ainda, com todos os tipos sanguíneos abaixo de 50% do estoque ideal, mas uma doação em grupo, trazida por municípios vizinhos no último sábado, atenuou temporariamente nossos estoques, mas não abrandou muito o risco que estamos correndo”, declarou a assistente social Dayane Galletti.

É que o mês de fevereiro está sendo atípico para o Hemocentro em 2020, com déficit de 39% na média diária necessária de doadores para o período. O número ideal de doadores por dia deveria ser de 60 voluntários, para que se possa suprir a demanda de sangue da região. Entretanto, o banco de sangue vem conseguindo captar apenas 37 doadores por dia. “O Hemocentro trabalha com metas ideais de estoque de sangue, ou seja, aquelas que possam suprir a necessidade histórica, frequente e excepcional, sem que se corra risco de dano ou prejuízo ao atendimento médico de toda a região.”

Para incentivar o ato voluntário da doação de sangue por parte da população, o Hemocentro do HCFamema preparou uma recepção festiva e intensificou o chamamento público para que doadores aproveitem o período de folia para que reservem um tempo para a doação no sábado, 22/02, e segunda, 24/02, de carnaval, datas em que as equipes de captação estarão em funcionamento, das 7h às 13h. O domingo, 23/02, e o feriado de terça-feira, 25/02, o Hemocentro não abre. A campanha conta com o apoio de divulgação da Prefeitura Municipal, da Hospital Beneficente Unimar e Santa Casa de Marília.

“Com a campanha HemoFolia, no Bloco da Vida, a Alegria Só Depende de Você: Doe Sangue, o Hemocentro espera atrair grupos de foliões, blocos de carnaval, amigos e voluntários que aproveitem o carnaval para também se organizar para a doação”, conta Dayane. Quem já aderiu à proposta foi o grupo Transforma Brasil, que desenvolve o projeto Muda Junto – Doe Sangue, em Marília, que está mobilizando comerciantes e empreendedores do município a ajudar a abastecer o estoque no carnaval. A organizadora do grupo, Sandra Matunoshita, conta que o projeto Muda Junto – Doe Sangue surgiu com o propósito de incentivar o ato voluntário da doação de sangue. “É parte do grupo Transforma Brasil, um movimento nacional, que vai mais além, que busca fomentar o voluntariado no Brasil, o hábito ou ideologia de todo cidadão doar um tempo de seu dia, de sua semana, para ajudar alguém ou entidade assistencial carente de recursos humanos ou ajuda”, comentou.

 

Estoques estão em estado de alerta

A assistência social do Hemocentro de Marília, um dos Departamentos de Atenção à Saúde do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília – HCFamema, explica que para garantir pleno atendimento assistencial de referência em hemoterapia para duas Divisões Regionais de Saúde (DRS-9 e DRS-11), envolvendo atendimento cirúrgico hospitalar e a centenas de pacientes crônicos, que necessitam de transfusão periódica, o estoque de sangue deve possuir volumes ideais de reserva, suprindo as demandas históricas previsíveis.

Nesta terça-feira, dia 18 de fevereiro, dos oito tipos sanguíneos existentes, o Hemocentro tinha zero bolsas de estoque do tipo AB-, quando o ideal seria haver cinco bolsas de sangue. Os dois outros tipos sanguíneos que estão abaixo de 50% do estoque, sob Estado de Alerta, pelo risco de não poder suprir a demanda, são os tipos A-, com apenas 15 bolsas (sendo que o ideal são 40 bolsas), e O-, com 19 bolsas, contra as 40 bolsas ideiais.

Mas a maioria dos tipos estão abaixo do ideal, com apenas o tipo B+ acima do necessário, com 61 bolsas estocadas (ideal é no mínimo 40 bolsas).

Para doar, basta comparecer ao Hemocentro, das 7h às 13h, de segunda a sábado, na Rua Lourival Freire, 240, no bairro Fragata. Mais informações pelo telefone (14) 3402-1851.

 

 

Estoque de Sangue do Hemocentro

Ideal // Real // Percentual

(terça-feira, 18/02)

A+ 150 // A+ 136  (90%)

A- 40 // A- 15 (37,5%)

B+ 40 // B+ 61 (152,5%)

B- 05 // B- 4  (80%)

AB+ 20 // AB+ 17 (85%)

AB – 05 // AB- 0 (zero)

O+ 150 // O+ 116 (77,3%)

O- 40 // O- 19 (47,5%)