Ministério Público oficia Prefeitura, Conselho Tutelar e Polícia Militar

MP quer informações sobre venda de bebida a menores, drogas e violência

A Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Marília encaminhou ofício ontem  à Prefeitura de Marília, Conselho Tutelar e Polícia Militar, solicitando informações sobre a presença de menores e venda de bebida alcóolica em evento de Carnaval realizado na ‘Arena dos Blocos’, montada ao lado da avenida das Indústrias.

O promotor Gustavo Henrique de Andrade Cordeiro, oficiou também o vereador delegado Wilson Damasceno para que ele indique documentos que possam comprovar os fatos apontados por ele. O vereador encaminhou ofício ao promotor na quarta-feira (19), depois de receber reclamações de vários munícipes que presenciaram no evento realizado no último dia 15, a venda de bebida alcóolica para menores, uso de drogas e ocorrência de brigas. O Jornal da Manhã também recebeu reclamações de moradores no entorno do local, que presenciaram os mesmos fatos apontados pelo vereador.

O vereador Wilson Damasceno afirmou ontem que procurou a Promotoria buscando uma providência rápida para o assunto, visto que os eventos de Carnaval estão acontecendo no local até terça-feira. Mas o ofício do promotor dá prazo de dez dias para que Prefeitura, Conselho Tutelar e Polícia Militar respondam.  

“A impressão que fiquei ao receber o ofício do Promotor da Infância e Juventude com pedido de informações e provas, é de que não houve compreensão de que minha representação visava medida preventiva em proteção ao adolescente durante o Carnaval, conforme anotado na referência do assunto, e no parágrafo da representação”, disse o vereador.