Campanha da Fraternidade 2020 aborda a vida e a compaixão

Tema remete a figura de Santa Dulce dos Pobres

 

 

A Campanha da Fraternidade de 2020 da Igreja Católica tem como tema “‘Fraternidade e vida: dom e compromisso”, com lema inspirado no evangelho do bom samaritano: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”.

O padre Danilo Nobre dos Santos, da paróquia Nossa Senhora Rosa Mística e assessor diocesano da Campanha da Fraternidade, explica que o tema da Campanha da Fraternidade este ano nos inspira a enxergar a vida como dom de Deus. “O papa Francisco tem dito que o mundo vive a globalização da indiferença, do individualismo. Ele propõe a revolução do cuidarmos uns dos outros, oferecendo escuta e atenção,” disse.

Padre Danilo explica que a Campanha da Fraternidade existe há 50 anos e foi criada pela Igreja Católica no Brasil e coordenada pela CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil. “A campanha propõe que cristãos católicos de todo Brasil reflitam sobre temas importantes do dia a dia da população”. No ano passado a campanha tratou sobre políticas públicas e o tema para 2021 será o diálogo. “São temas pertinentes à realidade do nosso povo”, disse.

Segundo padre Danilo, a Igreja Católica lança um olhar sobre essas questões, ilumina os problemas a partir das sagradas escrituras e a partir da doutrina da igreja oferece pistas de ação e do que podemos fazer para superar esses desafios.  

O tema deste ano “Fraternidade e Vida” remete a figura de Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa brasileira, que é o exemplo de caridade e cuidado. “Abordando o cuidado com a vida, pensamos em fatos como acidentes de trânsito, feminicídio, trabalho escravo, conflitos no campo, intolerância virtual, tudo que afeta a vida”, explicou.

As doenças emocionais também são apontadas como questões que afetam diretamente a vida da população. “A ansiedade, fobias, ataques de pânico, a depressão e o fenômeno dos suicídios. Temos que ter um olhar muito particular para isso, os jovens não estão suportando. É uma necessidade que cuidemos da vida, oferecendo qualidade à vida e dando sentido à vida”, disse o padre. A Campanha da Fraternidade começa na quarta-feira de cinzas e perdura até a Semana Santa. Neste período o cristão deve praticar: jejum, oração e caridade.