Ministério Público notifica prefeitura por destruição de plantas em área de bloquinhos de carnaval

Dezenas de mudas foram danificadas durante a

A Promotoria de Justiça do Meio Ambiente notificou a Prefeitura de Marília sobre denúncia protocolada pelo Coletivo Ambiental Agrofloresta, de que dezenas de mudas de árvores foram danificadas em área onde foi montada a ‘Arena  dos Bloco’, ao lado da avenida das Indústrias. No local estão acontecendo os eventos de Carnaval organizados pelo município.

Após a denúncia do coletivo, o promotor  José Alfredo de Araujo Sant´Ana, instaurou procedimento na Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e notificou a Prefeitura para encaminhar informações sobre os fatos. 

Conforme denúncia de integrantes do Coletivo Ambiental Agrofloresta Amor,Cultura e Liberdade, a própria prefeitura plantou dois ipês brancos, colocou placa e fez monumento. A área onde hoje está armada a estrutura para o Carnaval na grama é local de plantio desde de 2005.

Segundo o Coletivo, a partir de 2019 começaram a se organizar os primeiros mutirões de plantio com vizinhos e ambientalistas. Foram ao todo seis mutirões entre o final de 2019 e 2020. Foi realizado o plantio de mais de 200 árvores, entre elas  Palmito Juçara, Pau-Brasil, Pau-ferro, Ipê Rosa, Ipê Roxo, Jerivá, Jabuticaba, Pitanga, entre outras. 

“Mas a prefeitura ignorou os apelos dos moradores e realizou a festa de pré-carnaval. Mais de 20 mudas já foram sacrificadas: Jacarandás, Ipês”, informou o coletivo.  Após a festa realizada no local no último dia 15, a página do Coletivo Agrofloresta no Facebook divulgou fotos das mudas danificadas e da grande quantidade de lixo deixada no local.