Com fratura na fíbula, Lucas Formiga está fora da Série A-3

Atacante teve a lesão no tornozelo esquerdo no começo do segundo tempo

Por Jorge Luiz/foto: Christian Cabrini

Autor do gol da vitória do Marília Atlético Clube (MAC) sobre o EC São Bernardo, no jogo passado, o atacante Lucas Formiga está fora do Campeonato Paulista da Série A-3. No começo do segundo tempo, o jogador teve uma lesão no tornozelo esquerdo e ontem (dia 13), através de exames, foi constatada uma fratura na fíbula. O tempo de recuperação é de no mínimo três meses.

Formiga fez um exame de ressonância magnética ontem à noite, para os médicos avaliarem se é caso cirúrgico.

“Esse novo exame é para saber se junto da fratura, rompeu o ligamento. Se houve a ruptura junto da fratura do ligamento, a gente vai precisar operar. Senão, ele vai ter que tratar essa fratura no gesso e aí são 45 dias de gesso e mais a fisioterapia. Por isso é que o campeonato para o atleta terminou. Agora, com cirurgia ou não, o tempo de recuperação é o mesmo”, explicou o médico ortopedista Marcus Vinicius Muriano, o “Rachid”, que é chefe do departamento médico do clube.

Com o atacante fora da competição, a diretoria já está atrás de um substituto, pois o regulamento permite a troca na inscrição, desde que seja constatado por laudo médico, que um determinado atleta não tenha mais condições de disputar o campeonato.

 

Boa notícia – A boa notícia de ontem, do departamento médico maqueano, é quanto ao centroavante Rafael Amoroso, que machucou o joelho direito no empate de 1 a 1, contra o Batatais.

“Graças a Deus o exame mostrou que não houve nenhuma lesão no local, que necessite de tratamento cirúrgico (artroscopia). Ele está em tratamento fisioterápico. Falei com o preparador físico (Guilherme Bedore) e o Amoroso vai ter uma recuperação boa. Creio que para o jogo da próxima quinta-feira (dia 20), ele já esteja em condições. Graças a Deus foi mais um susto que uma lesão grave”, frisou Marcus Muriano.

Quem também está no departamento médico é o goleiro Igor, que rompeu os ligamentos no tornozelo esquerdo e ficará fora por pelo menos mais três semanas. O volante Levi pode voltar em menos tempo. Ele machucou o joelho esquerdo na 1ª rodada, passou por uma artroscopia e tem mais uma semana e meia de recuperação.

O zagueiro Rodrigo Lacraia, que diante do Batatais sentiu uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, foi liberado e ontem já voltou aos treinos. Ele já pode ficar à disposição do técnico Guilherme Alves. Quem já foi liberado para os trabalhos essa semana é o meia-atacante Kelvy, que fraturou a fíbula do tornozelo direito na pré-temporada (27 de dezembro). Porém, ainda não há previsão para voltar a jogar.