Chuva muda ato do Sindimmar para próxima segunda

O ato é em defesa do SUS e contra as más condições de trabalho dos servidores municipais

Em razão da chuva, o Sindimmar (Sindicato dos Servidores Municipais de Marília) adiou para próxima segunda-feira (17) o ato que seria realizado ontem no paço municipal.  O ato é em defesa do SUS (Sistema Único de Saúde) e contra as más condições de trabalho dos servidores municipais  da saúde.

Segundo  Alex Rodrigues, da diretoria do Sindimmar, o sindicato tem recebido muitas demandas sobre a situação dos servidores municipais da sáude, que enfrentam sobrecarga de trabalho. “Há falta de servidores no serviços de saúde, há sobrecarga de trabalho e isso afeta tanto a população como os servidores”, disse.

O diretor afirma que o servidor municipal da saúde enfrenta várias dificuldades, entre elas a restrição do atendimento na UPA da zona norte  que resulta na falta de pagamento da Prefeitura. “Verificamos que há falta de condições de trabalho, excesso de serviços e falta de servidores”.

Outro ponto apontado pelo Sindimmar é a terceirização dos serviços do SUS, que prejudica a qualidade do serviço prestado e precariza as condições de trabalho dos servidores. “Quanto mais a Prefeitura terceirizar esse tipo de serviço, tirando das UBS (Unidades Básicas de Saúde), cai a qualidade do serviço prestado. Em Marília vemos que há uma transformação do SUS, que está praticamente sendo privatizado”.

O Sindimmar aponta que o SUS é essencial para população e é preciso lutar para evitar a terceirização dos serviços. “Vamos fazer este ato em defesa do SUS e dos servidores municipais da área da saúde. Nossa agenda de trabalho este ano inclui a defesa dessa pauta, estamos recebendo muitas reclamações da situação dos servidores da área da saúde”, disse. O ato do Sindimmar no dia 17 acontece às 17h30.