“Parasita” é o grande vencedor do Oscar 2020

Produção sul-coreana se tornou a 1ª não falada em língua inglesa a vencer como Melhor Filme

"Parasita" foi o grande vencedor do Oscar no último domingo (9) na cerimônia dos melhores do cinema em Los Angeles.

A “dramédia” sul-coreana sobre diferença de classes recebeu quatro estatuetas e se tornou o primeiro não falado em língua inglesa a vencer como Melhor Filme.

Além do principal prêmio, o cineasta Bong Joon Ho também ganhou como Melhor Roteiro Original, Diretor e Filme Internacional.

"1917", drama de guerra dirigido por Sam Mendes, ficou com três estatuetas. "Coringa", "Ford vs Ferrari" e "Era uma vez em Hollywood" ganharam duas cada. "O Irlandês" não ganhou nenhuma de suas dez indicações.

Nas categorias de atuação, Joaquin Phoenix recebeu o Oscar de Melhor Ator por “Coringa" e Renée Zellweger o de Melhor Atriz por “Judy”. Brad Pitt ganhou o prêmio Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por "Era uma vez... Hollywood" e Laura Dern o de Melhor Atriz Coadjuvante por "História de um casamento".

Roger Deakins recebeu o Oscar de Melhor Fotografia por “1917” e "Toy Story 4" o de Melhor Animação. “(I’m gonna) love me again” - “Rocketman” - Elton John e Bernie Taupin, venceu na categoria Canção Original.

"Indústria Americana" ganhou o Oscar de Melhor Documentário. "Democracia em vertigem", da diretora brasileira Petra Costa, era um dos indicados na categoria. Produzido pelo casal Obama, o documentário vencedor mostra os contrastes entre a cultura americana e chinesa durante a abertura de uma fábrica em Ohio, nos Estados Unidos.